• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Violência Com 380 homicídios em junho, Pernambuco registra menor número do ano O número representa uma queda de cerca de 14% em relação ao mês anterior, que somou 457 ocorrências

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 14/07/2017 19:05 Atualizado em: 14/07/2017 20:28

Pernambuco registrou, no mês de junho, um total de 380 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). Apesar de ainda alarmante, o número representa uma queda de cerca de 14% em relação ao mês anterior, que somou 457 ocorrências. As estatísticas da segurança pública pernambucana estão disponíveis no portal da SDS.

A redução fez de junho o mês com o menor número de homicídios no Estado em 2017. De acordo com o Secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, dos casos notificados, mais de 55% são motivados por tráfico de drogas ou entorpecentes, acerto de contas e outras atividades criminais. De acordo com a SDS, foram 1.970 pessoas autuadas em flagrante delito durante o mês. 

Além dos homicídios, o relatório aponta ainda que os crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), também atingiram o menor registro do ano. No total, foram 9.624 registros no mês de junho, uma queda de mais de 11% em relação a maio, que registrou um total de 10.912 ocorrências. No recorte referente aos roubos de veículos a queda também se manteve, com uma redução de mais de 6%. Foram 1.727 ocorrências no mês de maio, contra 1.614 no mês de junho.

Ocorrências de roubos a ônibus, agências bancárias, arrombamento de caixas eletrônicos e assaltos a carros fortes se mantiveram estáveis. No panorama de janeiro a junho, porém, os roubos a ônibus apresentaram uma redução de 46%, no período. Junho também foi o primeiro mês de 2017 a não registrar um assalto a carro forte.

O relatório mensal aponta ainda que, durante o mês, os efetivos das Polícias Militar e Civil apreenderam 233 armas, cumpriram 432 mandados de prisão, apreenderam 453 menores de idade por ato infracional e registraram um total de 392 ocorrências por tráfico de drogas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.