• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Protesto Carreata dos taxistas ocupa as quatro faixas da Agamenon Magalhães Paradas de ônibus ficaram lotadas porque os coletivos não circularam na via durante o ato

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 19/06/2017 10:56 Atualizado em: 19/06/2017 13:41

Carreata dos taxistas ocupa as quatro faixas da Agamenon Magalhães. Foto: Thalyta Tavares/ Esp. DP
Carreata dos taxistas ocupa as quatro faixas da Agamenon Magalhães. Foto: Thalyta Tavares/ Esp. DP
Taxistas de toda Região Metropolitana do Recife fazem nesta segunda-feira uma carreata em protesto contra motoristas que trabalham usando Uber e outros aplicativos de celular. A concentração começou por volta das 6h em frente ao Classic Hall, mas só após as 10h, os motoristas imniciaram o cortejo em direção ao Fórum Rodolfo Aureliano, na Ilha de Joana Bezerra. Seguindo um trio elétrico, os táxis ocuparam todas as quatro faixas da Avenida Agamenon Magalhães, interrompendo todo o tráfego.

Agentes da Companhia de Trânsito e Transportes Urbanos (CTTU) acompanham o ato, em motocicletas, numa tentativa de diminuir os feitos ao tráfego. Desde cedo, o trânsito para quem seguia da PE-15 em direção ao Recife ficou travado, quando os taxistas ocuparam uma faixa da com os táxis parados em fila, na frente do Classic Hall. As paradas de ônibus ficaram lotadas porque os coletivos não circularam na via durante o ato. A CTTU orientou os motoristas que desejam ir para Boa Viagem, a seguirem pela Estrada de Belém.

No Fórum, o Juiz Luiz Rocha, da 7ª Vara da Fazenda Municipal recebeu, uma comissão formada por cinco representantes dos taxistas. A reunião teve início por volta das 12h40. A manifestação contou com a participação de taxistas de vários municípios como Olinda, Paulista, Recife, Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata, Carpina e Ipojuca."Não somos contra tecnologia, mas sim contra a clandestinidade. Vários motoristas estão se aproveitando para atuar como taxista sem a regulamentação que é exigida para nós", disse Valmir Texeira da Silva da Frente dos Taxistas de Pernambuco.

Desde a última quinta-feira, ofícios convocando a categoria foram distribuidos pelas cooperativas de táxi para mobilizar a categoria. No Recife, táxis passaram a semana circulando com parábrisa traseiro pintado anunciando o protesto. Segundo o presidente da Cooperativa Rádio Táxi, de Ipojuca, Carlos Nunes, o ato será pacífico. “Vamos fazer um movimento tranquilo, sem confusão. Queremos chamar a atenção do judiciário de que há motoristas circulando com liminares, que já deveriam ter caído”, diz.

Esse será o segundo protesto que a categoria promove este ano. Em janeiro, taxistas fizeram carreata até o Palácio do Campo das Princesas para chamar a atenção da situação e pedir que a prefeitura do Recife adotasse medidas para coibir o transporte de passageiros em veículos chamados por meio de aplicativo de celular. No ano passado, eles realizaram vários atos na cidade, fechando ruas e cobrando providências ao poder público.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.