• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Enchentes Número de desabrigados e desalojados em Pernambuco cai para 35,8 mil Depois de reunião no Palácio do Campo das Princesas, o Gabinete de Crise montado pelo governador divulgou novos dados referentes à situação provocada pelas enchentes no estado

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 17/06/2017 17:30 Atualizado em: 17/06/2017 17:32

Situação da cidade de Catende após os alagamentos que prejudicaram a Zona da Mata Sul e parte do Agreste do estado. Foto: Deyvson França/Cortesia
Situação da cidade de Catende após os alagamentos que prejudicaram a Zona da Mata Sul e parte do Agreste do estado. Foto: Deyvson França/Cortesia

Caiu o número de pessoas sem moradia por conta das fortes chuvas que atingiram a Zona da Mata Sul e parte do Agreste de Pernambuco há pouco mais de três semanas. Depois de uma reunião neste sábado (17), no Palácio do Campo das Princesas, o Gabinete de Crise montado pelo governador Paulo Câmara (PSB) divulgou novos dados referentes à situação provocada pelas enchentes no estado. Há ainda 35.843 mil pessoas fora de casa, sendo 2,064 mil desabrigadas e 33,779 mil desalojadas. O último levantamento, veiculado no dia 10 de junho, apontava 37,197 mil pessoas. No dia 30 de maio, o número passava de 55 mil. 

No total, 27 municípios decretaram estado de emergência depois das chuvas e uma média de 7,3 mil residências foram afetadas. Um mutirão foi organizado pelo gabinete para emitir novas vias de documentos perdidos pelas vítimas. Até agora, a iniciativa já percorreu as cidades de Belém de Maria, São José da Coroa Grande, Palmares, Gameleira, Catende, Barreiros, Água Preta e Cortês e possibilitou a emissão de aproximadamente 1.8 mil documentos, incluindo comprovantes de CPF (135), carteiras de identidade (800), registros de nascimento (877), registros de casamento (60) e certidões de óbito (5). O mutirão ainda atenderá Ribeirão, Jurema, São Benedito do Sul, Belém de Maria e Sirinhaém até o dia 20 de junho. 

"Essa ação é essencial para as pessoas que precisam dar entrada na aquisição de uma nova moradia, seja por financiamento, seja por doação ou através do Minha Casa Minha Vida, possam ter condições de apresentar toda a documentação legal", ressaltou o secretário de Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni.

Voluntários se revezam na distribuição de donativos às vítimas das enchentes. Foto: Gabriel Melo/ Esp. DP
Voluntários se revezam na distribuição de donativos às vítimas das enchentes. Foto: Gabriel Melo/ Esp. DP
Campanhas de arrecadação de donativos foram coordenadas em diversas regiões de Pernambuco por instituições públicas e privadas. De acordo com o governo, foram distribuídos 12,790 kits dormitórios, 12,318 colchões, 203,7 toneladas de alimentos, 250,6 mil litros de água, 10,159 kits de limpeza, 5 mil kits de higiene e 112,4 toneladas de roupas. Técnicos da Defesa Civil identificaram quase 750 moradias, habitadas por aproximadamente 3,750 mil  pessoas, de nove municípios, em classificação de risco grau 4. 

As informações divulgadas apontam a implementação de 178,4 mil metros quadrados de lonas para as áreas com ameaça de deslizamento de barreira. Ao todo, seis pessoas morreram soterradas no estado, sendo duas no Recife, duas em Lagoa dos Gatos e duas em Caruaru. Em visita ao estado, o presidente Michel Temer liberou uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao BNDES, para viabilizar as obras de reparação. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.