• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Denúncia Polícia investiga primeiro registro do Desafio da Baleia Azul em Pernambuco Garota de 13 anos se mutilou após sofrer ameaças por não cumprir missão

Publicado em: 19/04/2017 22:01 Atualizado em: 19/04/2017 23:05

O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente do Paulista investiga o primeiro registro oficial do Desafio da Baleia Azul no estado. Na manhã desta quarta-feira, uma mãe levou a filha à DPCA com lesões no braço, na perna e mensagens ameaçadoras no celular por não ter cumprido uma das missões propostas pelo jogo. A adolescente tem 13 anos e teria começado o Desafio na última segunda-feira.

De acordo com o delegado Jorge Ferreira, que investiga o caso, agora serão levantados os nomes e endereços dos participantes e todos serão intimados a prestar depoimento. "Vamos apontar as responsabilidades e, ao final de tudo, produzir um material para mandar à Justiça e incriminá-los", disparou. Uma cópia do inquérito também será enviada para a Polícia Federal.

Segundo a família, a menina não conseguiu cumprir a segunda missão proposta pelo Desafio e foi obrigada, pelo curador, a se mutilar. A garota foi flagrada pela irmã mais velha, que contou para a mãe na manhã desta quarta. Os envolvidos podem ser indiciados por lesão corporal, ameaça, indução ao suicídio e até homicídio, caso ocorra a morte.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.