• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Janga Professora de dança pode ter sido vítima de crime passional Amigos contaram à polícia que ela recebeu vários telefonemas de um ex-namorado que a teria surpreendido ao descer do ônibus

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 17/02/2017 10:50 Atualizado em: 17/02/2017 13:32

Gabriela Santiago, de 24 anos, foi morta com dois tiros na cabeça. Foto: Reprodução/ Facebook
Gabriela Santiago, de 24 anos, foi morta com dois tiros na cabeça. Foto: Reprodução/ Facebook

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deu início às investigações sobre o assassinato da personal trainer e professora de dança Gabriela Santiago, de 24 anos. Ela foi morta na noite desta quinta-feira, no bairro do Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

A polícia apura a hipótese de crime passional. No entanto, de acordo com o delegado Antônio Campos, a motivação ainda não comprovada. Amigos da vítima contaram à polícia que Gabriela havia recebido vários telefonemas de um ex-namorado quando estava dentro de ônibus e teria sido surpreendida por ele após descer do coletivo. A vítima foi morta com dois tiros na cabeça. Até o momento, o suspeito não foi localizado.



O corpo da professora de dança começa a ser velado às 15h desta sexta-feira, no Cemitério de Santo Amaro.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.