• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Mobilidade BRT do Grande Recife só será ampliado no próximo ano Dois anos após Copa do Mundo, sistema viário ainda enfrenta problemas para ser concluído, porém há promessa de que novas obras estejam prontas em 2017

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 20/07/2016 08:29 Atualizado em: 20/07/2016 08:54

Neste ano, não deve ter nenhuma ampliação do BRT no Grande Recife. Foto: Nando Chiappetta/DP
Neste ano, não deve ter nenhuma ampliação do BRT no Grande Recife. Foto: Nando Chiappetta/DP

A promessa inicial era para a Copa do Mundo de 2014. Os prazos de entrega das obras do BRT Via Livre, que circula na Região Metropolitana do Recife, no entanto, foram prorrogados tantas vezes que as Olimpíadas Rio 2016 vão passar sem que Pernambuco veja os corredores Norte-Sul e Leste-Oeste concluídos. Para os próximos meses deste ano, a Secretaria das Cidades já avisou: nenhuma obra pendente ficará pronta.

A situação mais preocupante é a do Corredor Leste-Oeste, que liga Camaragibe ao Centro do Recife. Cerca de 80% do previsto foi entregue, mas o contrato para construção dos equipamentos do corredor foi rescindida pelo consórcio Mendes Jr./Servix. Pela quebra de contrato, as empresas foram multadas em R$ 31 milhões; penalidade máxima prevista em casos como esse.

Das 26 estações planejadas para o corredor, 15 funcionam atualmente. Pelo Leste-Oeste, 63 mil usuários são transportados por dia útil. A Estação Benfica, localizada na rua homônima, é o símbolo do abandono do corredor. As obras não foram concluídas e, hoje, abrigam restos de madeira, lixo e até fezes humanas. “É uma vergonha ver esta situação. Essa estação podia ser útil a muitas pessoas. E disseram que era para a Copa. Que Copa? De 2018?”, criticou o aposentado Antônio Lopes, 79 anos. 

Depois de o contrato do Leste-Oeste ser suspenso, a Secretaria das Cidades licitou e contratou a empresa de projetos Policonsult para fazer os levantamentos dos serviços remanescentes. Depois que a empresa finalizar a auditoria, será efetuada uma nova licitação de obras para contratar uma construtora para finalizar os trabalhos até 2017.

A licitação para concluir a obra da Benfica está prevista para ser lançada no próximo mês. Entre os serviços ainda pendentes estão as estações na avenida Conde da Boa Vista (previsão para licitar em janeiro de 2017); terminais da terceira  e quarta perimetral (licitação em setembro de 2016)  e a conclusão de obras do Túnel da Abolição (previsão para abertura do processo licitatório em outubro de 2016).

No Corredor Norte-Sul, a situação é melhor, mas ainda longe do ideal. Do total de 29 estações previstas, ele funciona atualmente com 27 estações. A mais recente é a Estação Complexo de Salgadinho. No entanto, a estrutura funciona rodeada de um canteiro de obras. Também falta sinalização. “Mesmo com as deficiências, a estação está ajudando muito quem mora ou passa por aqui. Deixo meus filhos no Cemo (Centro de Educação Musical de Olinda, que fica quase em frente à estação) e acho o BRT mais seguro e confortável”, opinou a auxiliar administrativo Ednalva Santos, 42.

A obra da passarela Peixe Agulha, também do Norte-Sul, tem previsão de conclusão até o próximo mês. Já a estação Parque Memorial deve ser licitada em setembro. A estação Mercado de Santo Amaro, que tem investimento estimado em R$ 2,5 milhões, só deve ser licitada em abril de 2017. Já foram investidos R$ 156 milhões no Corredor Norte/Sul e R$ 136,5 milhões no Leste/Oeste.

A REDE

Raio x do BRT Via Livre:

41 é o total de estações em operação nos dois corredores
33 estações já sofreram algum tipo de dano
R$ 144 mil é o custo de reposição dos materiais
R$ 2 milhões foi o custo de construção de cada estação de BRT
R$ 22 mil é o custo para manter cada estação em operação

Corredor Norte/Sul hoje:
66 mil usuários por dia
26 estações em funcionamento
75 veículos
8 linhas operam no corredor:
TI PE-15 (PCR) - 5 veículos fazem 57 viagens diárias
TI PE-15 (Dantas Barreto) - 4 veículos fazem 47 viagens diárias
TI Pelópidas (Dantas Barreto) - 12 veículos fazem 81 viagens diárias
TI Pelópidas (PCR) - 18 veículos fazem 178 viagens diárias
TI Igarassu (PCR) - 14 veículos fazem 79 viagens diárias
TI Pelópidas/TI PE-15 - 2 veículos fazem 40 viagens diárias
TI Abreu e Lima (Dantas Barreto) - 7 veículos fazem 56 viagens diárias
TI Abreu e Lima (PCR) - 13 veículos fazem 99 viagens diárias

Corredor Norte/Sul quando estiver concluído:
160 mil usuários por dia
26 estações no total
123 veículos, sendo 90 BRTs
26 km/h será a velocidade média dos coletivos
37,9 km será a extensão do corredor

Corredor Leste/Oeste:

63 mil usuários por dia
15 estações em funcionamento
47 veículos
3 linhas operam no corredor:
Camaragibe (Centro) - 16 veículos fazem 121 viagens diárias
Camaragibe/Derby - 18 veículos fazem 136 viagens diárias
TI Caxangá (Centro) - 13 veículos fazem 130 viagens diárias

Corredor Leste/Oeste quando estiver concluído:
140 mil usuários por dia
26 estações no total
100 veículos, sendo 96 BRTs
7 linhas devem operar no corredor
24 km/h será a velocidade média dos coletivos
12,3 km será a extensão do corredor



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.