• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Polícia SDS designa delegado especial para investigar assassinato de radialista Israel Silva foi morto com quatro tiros na manhã desta terça-feira, no município de Lagoa de Itaenga, Zona da Mata Norte de Pernambuco

Publicado em: 10/11/2015 11:46 Atualizado em: 10/11/2015 12:00

Foto: Reprodução/ Internet
Foto: Reprodução/ Internet
A Secretaria de Defesa Social (SDS) designou um delegado especial para investigar o assassinato do radialista Israel Silva, morto a tiros na manhã desta terça-feira, no município de Lagoa de Itaenga, Zona da Mata Norte de Pernambuco. O caso ficará a cargo do delegado Pablo de Carvalho, enquanro a Gerência Geral da Polícia Científica foi orientada a agilizar a realização dos exames periciais para elucidar o crime o mais rápido possível.

O homicídio aconteceu dentro de uma loja localizada em frente ao Fórum do município, no centro da cidade. A vítima tinha acabado de deixar os filhos no colégio, quando foi morto com quatro tiros de arma de fogo. Colegas do radialista, que atuava em uma rádio comunitária, informaram que Israel tinha uma postura crítica, principalmente em relação aos políticos da área, e vinha sofrendo ameaças de morte. Além de comunicador, Israel Gonçalves da Silva, era funcionário público, lotado na Guarda Municipal. Na Rádio Comunitária Itaenga FM, ele tinha um programa voltado para os problemas da cidade. Na sessão Microfone Aberto, ele dava espaço para a população fazer suas reivindicações diretamente às autoridades.

Confira a nota da SDS na íntegra:


Tão logo tomou conhecimento do homicídio praticado contra o radialista Israel Silva, em Lagoa de Itaenga, a Secretaria de Defesa Social determinou à Chefia de Polícia Civil a designação de um delegado especial para apuração do homicídio, missão que foi confiada ao delegado Pablo de Carvalho. À gerência geral da Polícia Científica foi cobrado total empenho para a completa e célere realização dos exames periciais necessários, visando a elucidação desse bárbaro crime no menor espaço de tempo possível.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.