• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Mobilidade Nova rota de ciclofaixa na Zona Oeste do Recife a partir de segunda A pretensão é de que duas novas rotas sejam implementadas nos bairros do Cordeiro e Jardim São Paulo ainda este ano

Publicado em: 05/11/2015 15:21 Atualizado em:

A partir da próxima segunda-feira, os amantes das bicicletas poderão contar com um novo trecho de ciclofaixa permanente. A Rota Antônio Curado terá 3,2 quilômetros de extensão e vai ligar os bairros do Engenho do Meio e Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. O percurso vai passar pelo Terminal do Engenho do Meio, Praça do Engenho do Meio e pela Sudene, além de dar acesso ao Hospital das Clínicas e à Universidade Federal de Pernambuco.

A nova rota vai se unir as outras e permitir a conexão entre dez bairros da cidade através de uma rede ciclável que chega a 20 quilômetros. O projeto foi elaborado seguindo as diretrizes do Plano Diretor Cicloviário da Região Metropolitana do Recife (PDC/RMR) e vai compor a Rede Cicloviária Complementar.
 
De acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), a pretensão é de que duas novas rotas sejam implementadas nos bairros do Cordeiro e Jardim São Paulo ainda este ano.

Fluxo

A Ciclofaixa Antônio Curado terá fluxo bidirecional e vai realizar um percurso entre as ruas Gaspar Perez, Mauricéia, Manoel Estevão da Costa, Antônio Curado e José dos Santos, onde está localizado o Terminal do Engenho do Meio. Todo o percurso que compõe a nova rota terá sinalização vertical e horizontal, com tachões realizando a delimitação da via. Apenas um pequeno trecho - aproximadamente 200 metros - localizado na parte mais estreita da Rua Mauricéia receberá tratamento de ciclorrota. Nesse caso, haverá sinalização vertical alertando os condutores de que o trecho será compartilhado com o fluxo de ciclistas.

Táxi

Ainda para possibilitar a implantação da rota, o ponto de táxi localizado na Rua Mauricéia será realocado para a Rua Emiliano Braga.

Fiscalização

A fiscalização da ciclofaixa será realizada por agentes de trânsito em viaturas e motos através de rondas periódicas. A CTTU destaca a importância do respeito  às leis contidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbem o estacionamento e a circulação na área destinada exclusivamente aos ciclistas. Os motoristas que estacionarem sobre a ciclofaixa ou forem flagrados circulando sobre o equipamento estão passíveis de multa grave e gravíssima, no valor de R$ 127,69 e R$ 574,62 e 5 e 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), respectivamente.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.