• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Latrocínio Polícia conclui inquérito sobre morte de professor Três suspeitos serão indiciados por latrocínio e um quarto está foragido

Publicado em: 26/08/2015 13:58 Atualizado em:

Após duas semanas de investigações, a polícia concluiu o inquérito que apurava a morte do professor José Renato de Souza, 39, assassinado durante um assalto ao restaurante Galetus, no Cordeiro, no dia 9 deste mês. Três pessoas já estão presas e um quarto participante é considerado foragido.

Diferente do que havia sendo divulgado, a polícia concluiu que o ex-presidiário Marcelo Henrique dos Santos Silva, 23, também atirou na vítima, pelas costas, dentro do restaurante. A hipótese inicial seria de que apenas os dois adolescentes de 17 anos teriam realizado os disparos. Os três suspeitos estão recolhidos. O quarto suspeito, Severino Martins Cunha, o Silva, de 24 anos, é considerado foragido.
 
A partir de perícias, imagens da câmera de segurança e do depoimento de 14 testemunhas, a polícia entendeu que os disparos foram realizados depois que a vítima reagiu a investida, tentando tomar a arma de um dos suspeitos. O professor se recusou a entregar os documentos e, por isso, os ladrões acharam que ele seria policial. 

A polícia concluiu ainda que o ex-presidiário foragido planejou o assalto. Ele teria telefonado para Marcelo, que estava com um dos adolescentes. A dupla saiu de Aldeia, em Camaragibe, em uma moto portando uma espingarda com destino a casa de Silva, onde pegaram uma segunda moto. Depois o grupo buscou o segundo adolescente em casa e seguiram juntos para o restaurante. 

Eles serão indiciados pelo crime de latrocínio – roubo seguido de morte. Os maiores de idade responderão ainda por corrupção de menor. 


TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.