• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Especial Intercâmbio faz estudante perder a timidez Depois da experiência no exterior, através do Ganhe o Mundo, Vitória Lúcia da Silva ganhou confiança para enfrentar obstáculos da vida

Publicado em: 26/06/2015 16:32 Atualizado em: 27/06/2015 11:50

Na bagagem, experiências fascinantes e inesquecíveis. Na ponta da língua, um novo idioma. Esse foi o saldo do Programa Ganhe o Mundo para a estudante Vitória Lúcia da Silva, 19 anos. Aos 16, ela viajou aos Estados Unidos, onde teve contato com costumes diferentes e aprendeu a se impor diante de desafios. A menina tímida que viajava pela primeira vez de avião deu lugar a uma universitária decidida e cheia de planos para o futuro.

De volta ao Recife depois de cinco meses em Phoenix, no Arizona, costa oeste dos Estados Unidos, Vitória aproveitou os conhecimentos adquiridos na viagem para reforçar o estudo  e passar no vestibular da instituição de ensino superior mais concorrida do estado. Atualmente, ela estuda enfermagem na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mesmo estando no segundo período da graduação, ela continua estudando os conteúdos que aprendeu no ensino médio da Escola de Referência Jornalista Trajano Chacon, pois deseja trocar de curso superior e estudar medicina.


O exemplo é observado diariamente pela irmã mais nova, de 16 anos, que estuda para também fazer intercâmbio pelo Ganhe o Mundo. "O programa mudou a minha vida. Eu era muito dependente, apegada à família. Quase não saia e sequer dormia na casa de outras pessoas. Quando surgiu a oportunidade de viajar para fora do país, agarrei-a com toda a força e consegui realizar esse sonho", lembra.

Mesmo já tendo retornado há mais de dois anos dos Estados Unidos, Vitória mantém contato com os amigos que fez no país. "Meu conhecimento em inglês aumentou bastante, mas se você não praticar, vai perdendo a fluência. Hoje, falo frequentemente com minha host mother e com uma amiga intercambista da Alemanha que também já voltou para a casa dela", explica.

Volte à página principal

 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.