• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Imunização Dia D de campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo

Publicado em: 08/11/2014 09:32 Atualizado em: 08/11/2014 10:41

Até o próximo dia 28, crianças com até 5 anos de idade devem ser vacinadas contra poliomielite e trípice viral (sarampo, caxumba e rubéola) nos postos de saúde de Pernambuco. Na manhã deste sábado, a Secretaria de Saúde do Recife realizou um evento de abertura oficial da campanha na Upinha Dia Novo Prado, na Rua Isaac Markman, no Bongi. Além da vacinação houve apresentação de maracatu e frevo, aula de pilates, sala para massagem, além de atividades recreativas e de estimulação de leitura e cuidados bucais.

De acordo com o secretário de Saúde, Jailson Correia, o objetivo é garantir a manutenção do alto nível de cobertura contra a poliomielite, também chamada de paralisia infantil, e dar seguimento ao combate do sarampo. "Estamos há 25 anos sem registro de pólio, mas isso não significa que podemos baixar a guarda. Ainda há vírus circulando em várias partes do Brasil e do mundo. Foi exatamente a campanha de vacinação que garantiu a proteção neste anos", afirmou Correia. A vacina de poliomielite é contra-indicada para crianças com baixa imunidade, com infecções agudas e que possuam hipersensibilidade a algum componente da vacina.

Embora tenham sido registrados casos de sarampo em 2013, a campanha, segundo o secretário, foi importante para reduzir os números de casos notificados. Neste ano, foram registrados no estado 24 casos enquanto que no ano passado foram 202. "As crianças que não foram vacinadas com a trípice viral nos últimos 15 meses precisam atualizar o cartão", acrescentou. O composto é contra-indicada para crianças que tiveram alguma reação anafilática anteriormente.

O secretário explicou ainda que o maior problema da rubéola é durante a gravidez. "Nessa fase a doença provoca alterações graves, podendo causar o óbito do feto. Nossa finalidade é proteger as mulheres em idade reprodutiva", disse o gestor. Já a caxumba, pode provocar encefalite e mingite. Só no Recife, a meta é uminizar cerca de 95% das 92,5 mil crianças até 4 anos, 11 meses e 29 dias. É importante lembrar de levar o cartão de vacinação da criança. Quem não achar o documento deve comparecer à unidade de saúde mesmo assim.

Outras cidades
Em Jaboatão dos Guararapes a meta é vacinar 43 mil crianças em  71 unidades de saúde, 10 unidades básicas de saúde, quatro policlínicas e dois hospitais. Já em Paulista serão 83 pontos de vacinação (43 volantes e 40 fixos) vão estar abertos das 8h às 17h. Em Ipojuca, na Região Metropolitana, a Secretaria Municipal de Saúde quer imunizar cerca de 6.844 mil crianças. As vacinas estarão disponíveis em 20 salas distribuídas pelo município e em 28 engenhos.

Em todo o estado, a expectativa é vacinar 625,5 mil crianças entre 6 meses e 4 anos, 11 meses e 29 dias contra a poliomielite e 220,7 mil meninos e meninas de 1 ano a menos de 5 anos contra o sarampo.  É importante lembrar que os pais devem levar o cartão de vacinação da criança.

Entenda as doenças:

 

Poliomielite

Também chamada de paralisia infantil, a poliomielite é causada pelo poliovírus que pode infectar crianças e adultos através do contato direto com as fezes ou com secreções expelidas pela boca das pessoas infectadas

Ela pode provocar ou não paralisia

O vírus começa a se multiplicar na garganta e nos intestinos

Depois de penetrar na corrente sanguínea o vírus pode atingir o cérebro

No sistema nervoso, o vírus destrói os neurônios motores

A poliomielite não é registrada no Brasil há 25 anos

 
Sarampo

24 casos de srampo registrados em Pernambuco neste ano

202 casos em 2013, no estado

 O sarampo é causada por vírus e a transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, como gotículas expelidas ao tossir, falar ou respirar

As manchas avermelhadas na pele é o sintoma mais comum, mas também há a febre, tosse, mal-estar, conjuntivite, coriza, perda do apetite e manchas brancas na parte interna das bochechas

As complicações mais comuns são pneumonia, otite, doenças diarreicas e neurológicas. Acomete principalmente crianças com até cinco anos de vida

10 dias é o período de incubação, aqueles desde a data da exposição até o aparecimento da febre

14 dias até o aparecimento das erupções na pele

A vacina anti-sarampo é eficaz em cerca de 97% dos casos
 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.