• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Sexta Instituto PAPAI denúncia ao MPPE descumprimento à Lei do Acompanhante

Publicado em: 06/11/2014 14:34 Atualizado em:

Na manhã desta sexta-feira, o Instituto PAPAI entrega formalmente ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) o relatório com denúncias de descumprimento à Lei do Acompanhante (11.108/2005). O material, coletado pelo Núcleo de Pesquisa em Gênero e Masculinidades da UFPE-Gema e por organizações parceiras será encaminhado pela a coordenadora geral do instituto, Mariana Azevedo, durante o lançamento do Projeto Humanização do Parto,na sede das Promotorias de Justiça de Olinda.

Desde junho deste ano, por meio de formulário disponibilizado pelas redes sociais, o PAPAI vem recebendo depoimentos de pessoas que foram vítimas ou conhecem histórias de descumprimento à lei. A partir do material foi elaborado um relatório com 38 denúncias e sugestões.

Além do instituto, assinam o relatório-denúncia as organizações Rede Parto do Princípio, GEMA/UFPE, Instituto Nômades, Comitê Estadual de Estudos da Mortalidade Materna, Grupo de Pesquisa Narrativas do Nascer DAM/UFPE, Grupo Curumim, Ishtar Espaço para Gestantes, Coletivo de Mulheres e Casa Lilás, Fórum de Mulheres de Pernambuco.



TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.