• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Recife Independência do Brasil é tema de passeio turístico neste sábado

Publicado em: 07/09/2013 08:35 Atualizado em:

Neste feriado de sete de setembro, Dia da Independência do Brasil, a Secretaria de Turismo e Lazer promove o Passeio de Sensibilização Turística Caminhos da Independência. As inscrições foram abertas às 8h desta sexta e podem ser feitas pelo telefone (81) 3355-8605. Cada pessoa que se inscrever tem direito a levar um acompanhante e deve levar um quilo de alimento não perecível no dia do passeio.

A ideia é mostrar à população locais e episódios históricos que aconteceram no Recife. Todo o roteiro será feito em ônibus com ar condicionado, acompanhado por um guia, que explicará todos os pontos visitados e a história de cada um deles. 

A saída está marcada para as 14h, na Praça do Arsenal, no Recife Antigo e a chegada está prevista para as 17h30. Durante o passeio, será visitada a Praça General José Ignácio de Abreu e Lima, também chamada de Praça Cívica, composta por um painel de azulejos em homenagem às revoluções de 1817 (Republicana), 1824 (Confederação do Equador) e 1848 (Praieira). Quase no centro do local existe um tanque com uma grande imagem de Santo Amaro, de autoria do artista plástico Corbiniano Lins.

Ainda na rota está uma visita ao Forte do Brum, construído a partir de 1626, pelos portugueses, e concluído a partir de 1630 pelos invasores holandeses. Atualmente, abriga o Museu Militar, onde estão expostas armas, munições e fardamentos desde a época da invasão holandesa até tempos mais próximos, com a participação do exército brasileiro em vários episódios da história do Brasil e do mundo.

O roteiro terá ainda passeios panorâmicos pela Praça da República; Monumento a Simon Bolívar; Praça Dezessete, que fica na Rua do Imperador, sendo uma das mais tradicionais da cidade e que também homenageia a Revolução de 1817; e Praça da Convenção de Beberibe, que contém um Monumento à Convenção de Beberibe, do artista Abelardo da Hora, para celebrar os episódios de 1821. O monumento, em cimento polido, tem oito metros de altura.

Em 1821, foi assinada a Convenção de Beberibe, decretando a independência de Pernambuco e elegendo uma junta governativa. Já em 1848, Beberibe, um dos bairros mais antigos do Recife, voltou a sediar combates, desta vez entre tropas leais ao Governo e os adeptos do movimento da Revolução Praieira.


 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.