• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
7 de setembro Dia da Independência será marcado por protestos no Recife

Publicado em: 07/09/2013 08:31 Atualizado em: 07/09/2013 11:14

No Grito dos Excluídos faixas protestam em prol dos moradores de ruas do Recife. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press
No Grito dos Excluídos faixas protestam em prol dos moradores de ruas do Recife. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press
Em meio ao tradicional desfile cívico-militar que lembra o Dia da Independência do Brasil, manifestantes agendaram uma série de mobilizações no Recife pelas mais diversas causas. Do passe livre ao direito de andar nu, os protestos vão movimentar a cidade fora do eixo militar.

 Mascarados
Os Anonymous voltarão às ruas neste sábado (07) na operação nacional intitulada Sete de Setembro, que também deverá reunir a ala radical dos protestos, os ativistas Black Blocs. A partir das 14h, na Praça do Derby, o grupo pretende fortalecer as críticas ao governador Eduardo Campos em um ato nacional, que acontecerá simultaneamente em mais de 150 cidades. Na página do Facebook dos grupos, mais de oito mil pessoas confirmaram participação. Um membro do Anonymous revelou ao Diario de Pernambuco que entre as reivindicações está o passe livre para os estudantes, saneamento básico nas comunidades carentes e mais médicos nos postos de saúde. Segundo ele, o ato será pacífico. "Mas se os policiais agirem com força bruta nós reagiremos da mesma forma. Não nos calaremos diante da repressão policial", acrescentou. 

A organização não divulgou o percurso do ato como estratégia para evitar eventuais intervenções. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), o policiamento será reforçado nas áreas para evitar maiores danos aos patrimônios e à população. Como prevenção, os Black Bloc PE pediram, na página da 5ª Convocação dos Black Bloc, que os participantes levassem tábuas de madeira para serem utilizadas como escudo, caso haja confronto com a PM, luvas de pedreiro ou de cozinha para a manipulação das bombas de gás atiradas pelos policiais, estilingues, bolas de gude, água, óculos, e leite de magnésia.

Pedalada nudista
 
Desfile Ciclístico Nu 7 de Setembro, articulado pela Frente de Ativismo do Recife Criativo (Farc), já saíram do Monumento Tortura Nunca Mais, na Rua da Aurora. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Desfile Ciclístico Nu 7 de Setembro, articulado pela Frente de Ativismo do Recife Criativo (Farc), já saíram do Monumento Tortura Nunca Mais, na Rua da Aurora. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
 
Outro grupo propõe a quebra dos tabus e vai desafiar o estado neste sábado. A Frente de Ativismo do Recife Criativo (Farc) promoverá, às 8h, em frente ao Monumento Tortura Nunca Mais, na Rua da Aurora, o Desfile Ciclístico NU 7 de setembro. De antemão, a Secretaria de Defesa Social adiantou que vai prender, por ato obsceno, quem se despir. A pessoa poderá pegar detenção de três meses a um ano ou multa. O Ministério Público de Pernambuco disse que não pode se pronunciar porque o ato ainda acontecerá. “Mas, se as intervenções da PM se concretizarem, os promotores da Central de Inquéritos estão preparados para se posicionar”, afirmou a subprocuradora de justiça, Lais Teixeira.

Grito dos Excluídos

Reforma Política é uma das reivindicações no Grito dos Excluídos. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press
Reforma Política é uma das reivindicações no Grito dos Excluídos. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press
Também pela manhã, o tradicio Grito dos Excluídos terá a participação da Frente de Luta pelo Transporte Público. A partir das 9h, os manifestantes estarão concentrados na Praça Oswaldo Cruz, no bairro da Boa Vista. Entre as reivindicações dos estudantes, a implantação do passe livre nos ônibus e também da CPI do Transporte Público, com a abertura das contas das empresas, no Recife. A passeata deverá começar às 10h.

Os manifestantes, de todos os movimentos, optaram por não divulgar o percurso dos protestos para evitar retaliações ou bloqueios por parte das autoridades.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.