Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Trânsito » Motofretistas: centros de formação começam a oferecer cursos para profissionais Cursos estão sendo oferecidos em 35 instituições

Publicação: 08/01/2013 20:04 Atualização:

Os profissionais que trabalham no setor de entrega de cargas através de motos já podem realizar o curso de especialização de motofretista de 30 horas/ aula em pelo menos 35 Centros de Formação de Condutores (CFCs) de Pernambuco que aderiram à modalidade de cursos à distância (vide http://www.motocidadaniape.com.br). A ação é uma iniciativa do Detran-PE e visa fomentar o mercado de trabalho com a regularização da classe até o dia 2 de fevereiro de 2013, quando as novas exigências entram em vigor. Os alunos poderão fazer o curso sob formato misto: 25 horas de aulas teóricas realizadas à distância (Via Internet) e as cinco horas restantes de prática nas unidades dos CFCs.

Quem pode fazer
O curso de motofretista só pode ser realizado por quem tiver mais de 21 anos, habilitação de moto há pelo menos dois anos, não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, não estiver com sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada decorrente de crime de trânsito, ou estar impedido judicialmente de exercer seus direitos. Em Pernambuco, 2.619 profissionais já realizaram o curso.

Como fazer
O aluno irá se dirigir a um dos CFCs cadastrados pela ONG Pró-Cidadania (lista disponível no endereço http://www.motocidadaniape.com.br) para realizar a matrícula, onde irá validar sua digital através de biometria para poder iniciar o curso teórico à distância. No CFC, ele terá seu login e senha individuais cadastrados para realização das aulas à distância através do site do Pró-Cidadania. Ao finalizar as 25 horas, o aluno está apto a realizar o exame teórico no próprio CFC onde está matriculado, mediante comprovação de apresentação mediante validação biométrica. Caso sejam bem sucedidos no exame, os candidatos terão cinco horas de aulas práticas nos CFCs para poderem se submeter ao teste prático, que também é realizado pelo CFC. A partir de então, eles passam a contar com a observação de condutor profissional motofretista na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »