Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Cidadão repórter » Canal em Jardim São Paulo preocupa moradores Demora nas obras do Canal Guarulhos traz prejuízos para moradores, que enfrentam sujeira e transbordamentos

Laís Araújo - Diario de Pernambuco

Publicação: 25/09/2012 10:17 Atualização: 25/09/2012 10:34

Segundo os moradores, a sujeira atrai animais e provoca doenças. As obras de revestimento começaram, mas andam a passos lentos. Foto: Laís Araújo/Esp.DP/D.A Press
Segundo os moradores, a sujeira atrai animais e provoca doenças. As obras de revestimento começaram, mas andam a passos lentos. Foto: Laís Araújo/Esp.DP/D.A Press
O Canal Guarulhos, em Jardim São Paulo, costuma preocupar os que moram em suas margens. Durante os meses de inverno, nos quais a chuva é constante, ele transborda, dificultando a locomoção e colocando em risco a saúde e higiene dos moradores. Preocupados, internautas do Cidadão Repórter utilizaram o fórum colaborativo do Pernambuco.com para denunciar a demora na realização de obras na região.

“O Canal Guarulhos de Jardim São Paulo transborda, deixando os moradores ilhados, com água na cintura, completamente interditados”, descreve a cidadã repórter Renata Martins, moradora da área. “Obras de revestimento começaram, mas falta realizar a desapropriação das casas”. Os internautas demonstraram preocupação com a lentidão do processo de retirada dos moradores, passo essencial para andamento da obra.

Helena Maria da Silva mora em frente ao canal há 36 anos e afirma que a situação é a mesma desde que começou a morar ali. “É horrível. Muitos bichos, baratos, ratos, sujeira. Tem também muitas doenças”, conta. Ela diz que responsáveis pelas obras iniciaram os processos de medição das casas e informaram aos moradores que eles não deveriam modificar a estrutura de suas residências. “Mas isso já faz tempo. Estamos há meses sem notícias novas da desapropriação, mas também não podemos mexer na casa. Quero rebocar minha parede e não posso”.

Maria José mora às margens do canal e reclama de não ter recebido indenização para deixar o local. Foto: Laís Araújo/Esp.DP/D.A Press
Maria José mora às margens do canal e reclama de não ter recebido indenização para deixar o local. Foto: Laís Araújo/Esp.DP/D.A Press
A situação é confirmada por Maria José, também moradora das margens do Canal. “A casa do lado da minha está cheia de rachaduras. É um perigo. Mas não podemos fazer nada, porque não é pra gente mexer na casa. E a gente também não pode se mudar, já que ainda não recebemos a indenização”.

A Empresa de Urbanização do Recife (URB), responsável pelas obras, afirmou que o revestimento do Canal Guarulhos e de suas vias marginais já foi iniciado e que o prazo para conclusão do projeto é julho de 2014. Questionados sobre as desapropriações, a URB afirmou que as negociações com os moradores estão em curso e que a execução dos serviços será acelerada nos próximos dias, para conclusão na data definida. A obra consiste em revestimento de seguimentos da calha do canal num total de 600 m e implantação das vias marginais com extensão de 1640 m.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »