• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Sport tem dívida quase zerada

Por: Emanuel Leite Jr - Diario de Pernambuco

Publicado em: 21/12/2014 09:10 Atualizado em:

Enquanto Náutico e Santa Cruz têm dívidas elevadas e não têm como prever quando vão conseguir saldar definitivamente seus débitos trabalhistas, o Sport vive situação completamente diferente dos dois rivais. Atualmente, o rubro-negro tem apenas 10 processos na 12ª Vara do Trabalho do Recife, que somam um valor de R$ 5.807.898,51. As dívidas do Leão, entretanto, já estão negociadas e, em breve, vão ser sanadas. Por essa razão, o clube é o único da capital que pode Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas (CNBT).

“O Sport já fez um programa desse no primeiro semestre do mandato de Gustavo Dubeux. Nós saneamos, pagamos tudo o que tinha. Mas, aí, surgiram estes novos débitos, de gestões anteriores”, argumenta Arnaldo Barros, futuro vice-presidente executivo do Leão. Uma destas novas dívidas é justamente a de Ricardinho, a maior do clube e a segunda maior dos três grandes, no valor de R$ 3.268.269,98. “Mas mesmo essa de Ricardinho já está negociada e as parcelas já estão sendo pagas”, esclarece.

Falta apenas uma ação ser negociada pelo Sport. E é com Nelsinho Baptista, ex-técnico leonino e pai do atual treinador rubro-negro, Eduardo Baptista. Nelsinho, campeão da Copa do Brasil de 2008, é credor de R$ 509.997,96. Porém, como vive no Japão (onde trabalha atualmente) e sua advogada é de fora, um acordo ainda não pôde ser concretizado. “Realmente tem essa dificuldade. Mas, o dinheiro está provisionado na 12ª vara. Ou seja, o que temos na conta cobre as nossas dívidas, sem problema algum”, assegura Barros.

TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.