Calendário Turismo de olho na Semana Santa Nem bem acabou o carnaval, o setor prepara-se para receber turistas no feriado. Hotéis do Agreste devem ter 80% de ocupação

Por: Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/02/2016 07:57 Atualizado em: 11/02/2016 10:27

No período, os principais destinos procurados são Gravatá, Nova Jerusalém (foto) e as cachoeiras de Bonito. Foto: Alexandre Gondim/DP
No período, os principais destinos procurados são Gravatá, Nova Jerusalém (foto) e as cachoeiras de Bonito. Foto: Alexandre Gondim/DP

A folia de Momo deu uma injeção de ânimo no turismo pernambucano. No período, a ocupação hoteleira na capital pernambucana e nas praias do Litoral Sul do estado ficou em 95%. Em alguns outros destinos como Gravatá, que recebeu o Festival de Jazz, a taxa ficou em 90%. Passada a quarta-feira de cinzas, o setor já se prepara para a Semana Santa. A expectativa é de que nos hotéis do Agreste, onde acontecem as principais programações do estado no período, o índice de ocupação chegue a 80%. 

“No ano passado tivemos um incremento de 1.300 leitos e mesmo assim a ocupação do carnaval ficou em quase 100%. Então, passados os dias de festa e trabalho, o foco precisa ser 2016. Este é um ano de recessão e precisamos ser criativos para manter a ocupação em um bom nível. A Semana Santa tem uma força grande no Agreste, que se tornou tradição. O Recife, assim como as praias do Litoral Sul e Fernando de Noronha, tem o apelo do lazer. Precisamos criar programações para atrair este público. Mas nos hotéis, os pacotes já estão sendo ofertados”, afirmou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Pernambuco (ABIH/PE), Artur Maroja.

Com relação a preço, a tendência é que os valores das tarifas sejam similares às cobradas no ano passado. “Para o consumidor, esse é o lado bom da crise. Apesar dos custos terem aumentado, não temos como reajustar. É um incentivo para manter a ocupação. O dólar alto estimula o turismo nacional e é nisso que estamos apostando”, disse. Segundo Maroja, assim como aconteceu no carnaval, apesar da procura já começar de agora, as reservas só devem acontecer em cima da hora. “As pesquisas já começaram mas a efetivação geralmente é mais próximo da data”.

No período, os principais destinos procurados são Gravatá, Nova Jerusalém e as cachoeiras de Bonito. “Também estamos tendo procura por pacotes para Fernando de Noronha, Gramado e os lençóis maranhenses. A alta do dólar tem feito as pessoas viajarem pelo Brasil e o turismo está se adaptando a esse momento. Se antes os pacotes eram de mais dias, hoje se encontra com quatro dias”, contou a vice-presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens de Pernambuco (Abav-PE), Fátima Bezerra.

Para os que desejam aproveitar os dias de folga fora país, a maior procura é por Lisboa, Paris, Orlando e Las Vegas. “São destinos que, apesar da crise econômica, ainda estão em alta. As companhias aéreas também estão realizando promoções, atraindo os consumidores”, ressaltou. Segundo Fátima, a procura de última hora sempre acontece.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.