Polêmica Deputado do PSL menciona troca de cargos por votos na previdência

Publicado em: 16/03/2019 15:26 Atualizado em: 16/03/2019 15:44

FOTO: Cleia Viana/Câmara dos Deputados (FOTO: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)
FOTO: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Um áudio que circula pela Câmara dos Deputados está dando o que falar. Na gravação, o deputado federal Gulliem Lemos (PSL-PB), conhecido como Julian Lemos, fala que parlamentares têm exigido e negociado cargos em troca de votos favoráveis à reforma da Previdência, inclusive o próprio estaria envolvido no esquema. 

Segundo a matéria do jornal O Globo, durante um telefonema de 12 minutos, Gulliem conversa com o secretário-geral do PSL na Paraíba e assessor do Ministério do Turismo, Fábio Nóbrega Lopes, e conta que conseguiu, após um acordo com a Casa Civil, a garantia para si mesmo de poder indicar nomes para os cargos de direção na sede regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e na Fundação Nacional da Saúde (Funasa) da Paraíba. Lemos também afirma no áudio que outros parlamentares vão requerer acordos parecidos como troca de votos para obtenção de cargos na administração federal.

Procurado pelo O Globo, o deputado relatou que a gravação se caracteriza como “grampo ilegal”, e que irá pedir à Polícia Federal para investigar a origem do arquivo. "É uma violação gravíssima, uma agressão, um fato grave. Isso aí vai rolar Polícia Federal. É extremamente absurdo isso. Não tem nada que desabone, única coisa que vejo criminosa é a gravação ilegal. Sou um deputado federal, imagine se os deputados agora têm seu sigilo telefônico quebrado", afirmou o deputado ao Jornal. O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, não se pronunciou sobre o ocorrido.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.