Governo nomeia militar para fortalecer comunicação institucional integrada

Publicado em: 11/03/2019 21:01 Atualizado em:

Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR
O governo está ampliando o quadro de profissionais para atuar na comunicação integrada que o governo se propõe a fazer para melhorar o diálogo do Palácio do Planalto com a sociedade. Nesta segunda-feira (11/3), o Diário Oficial da União publicou a nomeação do coronel Didio Pereira de Campos, ex-chefe da assessoria de imprensa do Exército, para exercer o posto de diretor do Departamento de Publicidade da Secretaria de Publicidade e Promoção da Secretaria de Comunicação Social (Secom). 

O aprimoramento da comunicação é a prioridade institucional do governo. Na última sexta-feira (8/3), o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, anunciou medidas adotadas pelo governo para construir uma interlocução unificada entre os diferentes canais de informação, como redes sociais, emissoras de televisão e estações de rádio. 

A estruturação do diálogo integrado é liderado pelo núcleo militar do governo. Além de Rêgo Barros, trabalham no processo os ministros-chefe da Secretaria de Governo, Santos Cruz, e da Secretaria-Geral, Floriano Peixoto. A experiência de Pereira é bem avaliada para incorporar ao trabalho de comunicação do governo, que tem como prioridade criar uma narrativa bem sucedida sobre a reforma da Previdência junto à sociedade. 

O Planalto não confirma, entretanto, a informação de que Pereira atuará como coordenador das redes sociais da Presidência da República. Informações que apontam ele como responsável por melhorar o diálogo nas redes a fim de evitar novas crises provocadas, como a pelo presidente Jair Bolsonaro, na última terça-feira, foram, inclusive, classificadas como fake news pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente da República. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.