Solidariedade Em nota, PT defende que Lula tem direito de ir a enterro do neto

Por: AE

Publicado em: 01/03/2019 16:17 Atualizado em:

Nota assinada pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Nota assinada pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
O Partido dos Trabalhadores emitiu nota assinada pela sua presidente nacional, Gleisi Hoffmann, na qual o partido se solidariza com o ex-presidente Lula e sua família, que perderam nesta sexta-feira (1º) Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos. Arthur era neto do ex-presidente.

A nota retoma a argumentação do partido de que Lula é perseguido político e vítima de uma "farsa judicial". "Lula não merece estar preso, porque provou sua inocência diante de todas as acusações falsas que lhe fizeram. Lula tem o direito de compartilhar com seus familiares, o filho Sandro e a nora Marlene, o luto pela morte do pequeno Arthur", diz a nota. 

A defesa do ex-presidente já pediu à juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução de sua pena, a liberação de Lula para que ele esteja presente no enterro do neto, que deve acontecer neste sábado (2).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.