Recomendação Mourão elogia Hino Nacional nas escolas, mas diz que uso de slogan é ilegal

Por: AE

Publicado em: 26/02/2019 12:41 Atualizado em:

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
O vice-presidente Hamilton Mourão comentou nesta terça-feira (26) em entrevista à Rádio Gaúcha, o e-mail do Ministério da Educação (MEC) enviado nesta segunda-feira (25) a escolas de ensino fundamental e médio do País. 

Mourão disse que o ministro Ricardo Vélez Rodríguez acertou ao incentivar que alunos cantem o Hino Nacional, mas ponderou que a recomendação do MEC padecia por ilegalidade ao conter a expressão "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos" na carta do ministro a ser lida para as crianças. A frase ficou conhecida por ser o slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

"Foi o único problema que o ministro teve quando redigiu isso aí (o slogan). É contra a legislação. Você não pode colocar uma mensagem que não é de propaganda governamental a algo que seja ligado à propaganda", disse o vice-presidente.

Pouco antes, diante da repercussão negativa, o ministro Vélez Rodríguez disse que errou ao colocar a frase de campanha no texto e que enviou às escolas nova versão da carta, desta vez sem o slogan.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.