Cargo Ex-feminista Sara Winter vai atuar em secretaria na pasta de Damares

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 19/02/2019 15:13 Atualizado em:

Foto: Reprodução/ Instagram
Foto: Reprodução/ Instagram
O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos terá na sua composição a ex-feminista Sara Winter. Ela, que foi a responsável por liderar o grupo ativista em prol das mulheres 'Femen Brasil' - mas se dissociou do movimento em 2013 -, deverá chefiar a Secretaria Nacional de Política para Mulheres. A notícia foi trazida pela Folha de S.Paulo.

Damares Alves informou que Sara irá ocupar uma função de nível baixo - cujo salário gira em torno de R$ 6 mil - e a confirmação para o cargo depende apenas da aprovação do escrutínio interno de praxe. A ex-ativista atuará no 'atendimento de mulheres em situação de risco'.

Esta será a primeira vivência de Sara no funcionalismo público. Até 2013, ela era o principal nome da matriz brasileira do grupo 'Femen' - movimento militante a favor das mulheres, fundado na Ucrânia, em 2008 -, conhecido por fazer manifestações de Topless. Ela, inclusive, escreveu um livro sobre a decepção que teve com o movimento por igualdade de gênero, intitulado 'Vadia, Não! Sete Vezes que Fui Traída pelo Feminismo', lançado em 2015. Além disso, organizou o 1º Congresso Antifeminista, em 2018. Segundo já afirmou em entrevistas, o desapontamento com o ativismo aconteceu quando esteve grávida e foi aconselhada a abortar.
 
Com informações da Folha de S.Paulo 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.