carta Mãe de Cazuza ameaça processar ministro por frase atribuída ao cantor

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 05/02/2019 18:08 Atualizado em:

Foto: Arquivo/CB/D.A Press
Foto: Arquivo/CB/D.A Press
Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, afirmou, em uma carta aberta, que pode processar o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, por conta de declaração deste sobre o cantor. A mensagem de Lucinha foi divulgada pelo jornal O Globo. 
 
Em entrevista à revista Veja, na sexta-feira (1º), Veléz Rodríguez afirmou que Cazuza dizia que "liberdade é passar a mão no guarda". Só que o cantor nunca teria dito isso. A brincadeira, na verdade, foi criada pelo programa humorístico Casseta e Planeta, nos anos 1980, que vendeu camisetas com a frase — que, na versão original, incluía a palavra "bunda".  

Sem panos quentes 
"Se meu filho estivesse vivo, tenho certeza de que ele me pediria piedade", escreveu Lucinha. "Mas, como não sou ele, e minha idade suprimiu os panos quentes, considero inadmissível uma pessoa, ocupando o cargo que ocupa, não ter a preocupação de, sem compromissos com a verdade, citar uma pessoa pública", afirma Lucinha no texto.

No fim da carta, a mãe do cantor diz deixar aberta a possibilidade de o ministro se retratar publicamente, "para que não seja necessário ter de tomar providências jurídicas".

Desde a morte de Cazuza, Lucinha se decida ao trabalho voluntário de amparar crianças, jovens e adultos soropositivos.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.