STF Marco Aurélio nega pedido de Flávio Bolsonaro para suspender investigações

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 01/02/2019 08:56 Atualizado em: 01/02/2019 09:14

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu negar, nesta sexta-feira, o pedido do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) para suspender as investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro, que apuram movimentações financeiras consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Na liminar concedida pelo ministro Luiz Fux, no dia 17 de janeiro, as investigações levantadas pela Coaf foram suspendidas e passaram a ter foro privilegiado. Acerca do assunto, Marco Aurélio declarou: “Os precedentes do meu gabinete deixam claro meu pensamento em relação a casos como este.

Investigações 

Filho mais velho do presidente da República, Jair Bolsonaro, o deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) voltou a afirmar que é vítima de perseguição em relação às investigações envolvendo seu nome e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, que aparece com movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em relatório do Coaf. 

Ao ser questionado sobre quando iria ao Ministério Público prestar esclarecimentos, ele não respondeu. "Já falei o que eu tinha de falar, não tenho novidade nenhuma", acrescentou.

Flávio Bolsonaro toma posse como senador nesta sexta-feira, 1 de fevereiro.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.