congresso Com Reguffe, disputa pelo comando do Senado já tem oito candidatos

Por: AE

Publicado em: 29/01/2019 09:49 Atualizado em:

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
O senador pelo Distrito Federal José Reguffe (sem partido) lançou, nesta segunda-feira (28), por meio das redes sociais sua candidatura à presidência do Senado. A eleição está marcada para a próxima sexta-feira, mesmo dia em que a Câmara elege seu novo presidente.

As candidaturas serão formalizadas no dia da eleição, mas até agora estão colocados pelo menos outros sete nomes, sendo um deles do MDB. Além de Renan Calheiros (AL) - que ainda disputa no MDB a vaga com Simone Tebet - são candidatos Tasso Jereissati (PSDB-CE), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Alvaro Dias (Podemos-PR), Esperidião Amin (PP-SC), Major Olímpio (PSL-SP) e Angelo Coronel (PSD-BA).

Em vídeo publicado no Facebook, Reguffe disse que vai usar sua candidatura para debater o custo do Senado para o contribuinte e quer propor o fim de benefícios dos senadores, como plano de saúde vitalício e verbas indenizatórias.

O parlamentar também quer reduzir o número de servidores por gabinete de 55 para 12. Ele disse que emprega nove assessores. "Precisamos de um Senado que seja independente, que cumpra o seu papel constitucional. O Senado Federal não deve ser um puxadinho do Poder Executivo, mas também não deve ser instrumento de barganha e chantagem junto a esse Poder", escreveu Reguffe em nota.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.