barragens Bolsonaro sobrevoa áreas atingidas por rompimento de barragens O governador de Minas, Romeu Zema, também participou da comitiva

Publicado em: 26/01/2019 10:45 Atualizado em: 26/01/2019 13:38

Jair Bolsonaro e Romeu Zema sobrevoaram áreas atingidas por volta das 10h (Foto: Divulgação / PR)
Jair Bolsonaro e Romeu Zema sobrevoaram áreas atingidas por volta das 10h (Foto: Divulgação / PR)
O presidente Jair Bolsonaro sobrevoou, na manhã deste sábado (26), a área onde ocorreu o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG), onde até o momento foram contabilizadas nove mortes. Bolsonaro desembarcou no aeroporto de Confins, pouco depois das 10h da manhã e deve retornar ao local após o sobrevoo para uma reunião com autoridades locais e representantes da companhia. 
Justiça bloqueia R$ 1 bilhão da Vale
Barragem de Jucazinho, em Surubim, também apresenta fissuras e riscos
Personalidades reagem a rompimento de barragem em Brumadinho
O presidente estava acompanhado dos ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Santos Cruz (Secretaria de Governo) e Fernando Azevedo e Silva (Defesa). A primeira-dama Michelle Bolsonaro não viajou para Minas, de acordo com a Assessoria do Palácio do Planalto. O governador de Minas, Romeu Zema (Novo) também estava presente no voo.

Medidas emergenciais

Ao anunciar nesta sexta-feira (25) medidas emergenciais para “minorar” a tragédia, Bolsonaro afirmou, em um pronunciamento, no Palácio do Planalto, que vai sobrevoar a regiãopara reavaliar e definir as medidas que devem ser adotadas.

“Para que possamos então, mais uma vez reavaliando os danos, tomar todas as medidas cabíveis para minorar o sofrimento de familiares de possíveis vítimas, bem como a questão ambiental”, disse.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.