Presidente 'Nossa bandeira jamais será vermelha', diz Bolsonaro

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 01/01/2019 16:26 Atualizado em: 01/01/2019 18:11

Foto: Evaristo Sá/AFP
Foto: Evaristo Sá/AFP
Em discurso, o presidente Jair Bolsonaro disse que este é um dia histórico por ser "o dia em que o povo brasileiro começou a se libertar do socialismo, da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto". Bolsonaro aproveitou para agradecer pelos votos: "Graças a vocês, eu fui eleito com a campanha mais barata da história. Graças a vocês, conseguimos montar um governo sem conchavos ou acertos políticos, formamos um time de ministros técnicos e capazes para transformar nosso Brasil. Mas ainda há muitos desafios pela frente". Ele afirmou ter um grande trabalho a fazer pela frente e pediu a colaboração de todos. "Estou aqui para renovar nossas esperanças e lembrar que, se trabalharmos juntos, essa mudança será possível", afirmou. "Temos uma grande nação para reconstruir e isso faremos juntos", completou. Ele foi ovacionado quando tirou uma bandeira do Brasil da manga e bradou o bordão a "nossa bandeira jamais será vermelha".

Antes, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, fez um discurso em libras, traduzido simultaneamente, agradecendo o apoio dos eleitores. Ela agradeceu também ao enteado Carlos durante os difíceis momentos que a família passou no hospital. Michelle se dirigiu em especial à comunidade surda, agradeceu o trabalho de intérpretes de libras. A primeira-dama beijou o marido, pediu o apoio de todos e finalizou com o bordão "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos".


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.