Fala Jair Bolsonaro toma posse como presidente do Brasil; Veja o primeiro discurso

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 01/01/2019 14:25 Atualizado em: 01/01/2019 14:49

Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
Jair Bolsonaro, eleito em outubro com um programa de luta contra a corrupção e a criminalidade, tomou posse nesta terça-feira com presidente do Brasil. No início do discurso, ao cumprimentar os presentes, Jair Bolsonaro destaca que a esposa, Michelle Bolsonaro, é "da aqui vizinha Ceilândia". Ele se disse emocionado e agradecido a Deus e aos brasileiros pela oportunidade de "governar, com vocês", ao se dirigir para os congressistas.
 
"Com a benção de Deus, o apoio da minha família e a força do povo brasileiro, trabalharei incansavelmente para que o Brasil se torne o país que todos queremos", disse. Ele também reforçou que uma das prioridades do governo será "proteger e revigorar a democracia brasileira".

Com relação a armas de fogo, Bolsonaro demonstrou o desejo de respeitar o resultado do plebiscito do desarmamento, de 2005, quando a maior parte dos brasileiros optou pela não proibição total de comercialização de armas de fogo. Ele sinalizou que valorizará as polícias e as Forças Armadas. Com relação à equipe de governo, ele observou que ela foi montada de forma técnica, "sem o tradicional viés político que tornou o estado ineficiente e corrupto."

Entre os planos de Bolsonaro está resgatar a legitimidade do Congresso Nacional e, na economia, apostar no livre mercado. Outro projeto é garantir que o governo não gaste mais do que arrecada. "Vamos realizar reformas estruturadas importantes para a sustentabilidade das contas públicas". 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, não há previsão de divulgação de estimativa parcial de púbico na Esplanada até o término da posse presidencial. Há 1,2 mil convidados no Palácio do Planalto: 500 no térreo e 700 no segundo andar, onde fica o Salão Nobre.

Após pronunciamento de compromissos, Jair Bolsonaro foi empossado como presidente; e Hamilton Mourão, como vice.

Bolsonaro, 63 anos, e seu vice-presidente, o general da reserva Antonio Hamilton Mourão, pronunciaram seu "compromisso constitucional" no Congresso para um mandato de quatro anos (2019-22).
 
Com informações da Agência Planalto 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.