recursos Governadores do Nordeste têm pressa para conseguir verbas Dirigentes do Norte e Nordeste bateram à porta dos presidentes do Legislativo, cobrando a votação de matérias que podem trazer recursos aos estados

Por: Rosália Rangel - Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/12/2018 09:29 Atualizado em:

Gestores se reuniram ontem na representação do Governo do Ceará, em Brasília. Foto: Andre Oliveira/Divulgação
Gestores se reuniram ontem na representação do Governo do Ceará, em Brasília. Foto: Andre Oliveira/Divulgação
Na busca por alternativas que possam ajudar a saúde financeira de seus respectivos estados, governadores do Norte e do Nordeste estiveram ontem com os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB/CE), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ). O objetivo das visitas foi de pedir aos parlamentares que coloquem na pauta de votação projetos que tratam da securitização da dívida ativa e da partilha dos recursos do fundo social do pré-sal com estados e municípios. A expectativa dos gestores é de que as propostas sejam apreciadas no Congresso ainda este ano.

Na avaliação do governador Paulo Câmara (PSB), os governadores do Nordeste, mais uma vez, mostram a preocupação com as questões federativas. “É necessário rever essa postura de concentrar os recursos na União, que prejudica estados e municípios, responsáveis pela maior parcela dos serviços prestados à população. Os presidentes do Senado e da Câmara são sensíveis às nossas reivindicações. Acreditamos que a nossa pauta possa ser encaminhada antes do recesso parlamentar”, previu o socialista.

Depois da maratona de visitas, o governador do Piauí, Welllington Dias (PT), afirmou que Rodrigo Maia se prontificou a conversar com os relatores e com os líderes partidários para que coloquem as propostas na pauta de hoje. “São projetos importantes para o Brasil. O que trata da securitização da dívida ativa é uma forma moderna de cobrança de recursos, não pagas pelo contribuinte, que permite uma fonte de renda para lastrear o deficit da previdência e para aplicar em investimentos”, frisou, acrescentando que os recursos do fundo social do pré-sal servirá ajudar em ações nas áreas da saúde e educação.

Antes das visitas, o Fórum dos Governadores do Nordeste e Norte se reuniu na representação do Governo do Ceará, em Brasília. Na ocasião, Wellington Dias fez apresentação de projeto Planos para Segurança do Brasil. O documento, segundo a assessoria do petista, é um resgate de tudo que foi trabalhado e abordado pelo Fórum dos Governadores do Brasil nos últimos anos. O debate serviu como uma preparação para o encontro do dia 12 deste mês de todos os governadores do país com o atual ministro da Segurança, Raul Jungmann e o futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.