Acusação Lorenzoni diz receber com "muita tranquilidade" notícia sobre investigação Segundo o futuro ministro, o procedimento dará oportunidade para ele "esclarecer, com a verdade e de forma definitiva, perante o Poder Judiciário, as questões relativas ao fato"

Por: Hamilton Ferrari - Correio Braziliense

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 04/12/2018 14:23 Atualizado em:

Foto: Ed Alves/ CB/ D.A Press
Foto: Ed Alves/ CB/ D.A Press
Em nota, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que recebe com "muita tranquilidade" a notícia de abertura de investigação para verificar recebeu caixa 2. O texto foi divulgado na tarde desta terça-feira (4).  

Segundo o futuro ministro, o procedimento dará oportunidade para ele "esclarecer, com a verdade e de forma definitiva, perante o Poder Judiciário, as questões relativas ao fato". "A exemplo do que já foi feito diante da opinião pública de meu estado e da sociedade brasileira", afirmou.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin atendeu pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e determinou a abertura de uma petição autônoma específica para analisar as acusações de caixa 2 feitas por delatores da JBS ao futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), e a outros dez parlamentares que prosseguirão com foro em 2019.

A petição autônoma é uma fase anterior à instauração do inquérito, quando o parlamentar passa a ser formalmente investigado. Nela, já é possível pedir medidas de investigação.

Pesam sobre Lorenzoni o relato e planilhas dando conta de pagamentos de R$ 100 mil em 2012 e R$ 200 mil em 2014. O deputado federal admitiu em uma entrevista ter recebido R$ 100 mil e pediu desculpas. Em sua decisão, Fachin determinou que as novas petições sejam submetidas à livre distribuição entre os ministros - à exceção de Dias Toffoli, que preside a Corte - para que um relator seja escolhido.

Leia a nota completa


Nota à imprensa

Recebo com muita tranquilidade a notícia de abertura, de parte do Excelentíssimo Senhor Ministro do STF, Luiz Edson Fachin, de procedimento preliminar requerido pela Procuradoria Geral da República.

Tal procedimento me dará oportunidade de esclarecer, com a verdade e de forma definitiva, perante o Poder Judiciário, as questões relativas ao fato, a exemplo do que já foi feito diante da opinião pública de meu estado e da sociedade brasileira.

Onyx Lorenzoni
Ministro Extraordinário do Gabinete de Transição


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.