Rio de Janeiro Com prisão de Pezão, Dornelles assume o governo do Rio de Janeiro Dornelles já passou por mandatos como parlamentar no Congresso Nacional

Por: Agência Brasil

Publicado em: 29/11/2018 08:10 Atualizado em:

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles (PTB), 83 anos, assumirá o poder diante da prisão do governador Luiz Fernando Pezão (MDB). A operação da Polícia Federal é realizada, na manhã desta quinta-feira (29/11), no prédio onde Pezão mora, no Palácio Guanabara, sede do governo fluminense, e no Palácio Laranjeiras, residência oficial, além da cidade de Piraí, no sul do estado.

As operações começaram por volta das 6h da manhã, envolvendo pelo menos três viaturas e helicópteros que sobrevoam a região.

No total, segundo informações preliminares, foram expedidos nove mandados de busca e apreensão. Entre os alvos, estão o atual secretário de Obras, José Iram Peixoto, o ex-secretário Hudson Braga, e dois homens apontados como operadores de um complexo esquema de segurança.

Pezão é o terceiro governador do Rio de Janeiro preso e o primeiro em cumprimento do mandato. Os ex-governadores Anthony Garotinho e Sergio Cabral foram presos. Também foram detidos, anteriormente, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (MDB) e vários parlamentares da Casa.

Dornelles é um político experiente com vários mandatos como parlamentar no Congresso Nacional. Foi ministro dos governos José Sarney e Fernando Henrique Cardoso. É sobrinho do ex-presidente Tancredo Neves e primo em segundo grau do senador Aécio Neves (PSDB-MG).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.