Protesto Abaixo-assinado contra aumento para o STF ultrapassa 2 milhões de assinaturas Um documento será protocolado hoje (9) na Presidência da República, em Brasília e um manifesto foi convocado para domingo (11), em várias cidades

Publicado em: 09/11/2018 14:48 Atualizado em:

O Partido Novo lançou na última quarta-feira (7) um abaixo-assinado online contra o aumento salarial do STF aprovado no Senado. A petição já é a mais assinadas da história da plataforma Change.org no Brasil.

A campanha encabeçada pelas #AumentoNão #VetaTemer foi assinada por mais de 2 milhões de pessoas em menos de 48h.

Na última quarta-feira (7), a #AumentoNão chegou ao primeiro lugar no Trending Topics braliseiro do Twitter e em segundo lugar do TT mundial da plataforma. Hoje (09), representantes do partido em Brasília protocolarão um documento contendo as assinaturas coletadas online, na Presidência da República.

Com os resultados, o NOVO também convocou “todos os brasileiros, partidos e movimentos”, em seu Twitter oficial, a irem às ruas neste domingo (11) para uma manifestação. Alguns protestos já estão confirmados, como o que ocorrerá na Praça dos Três Poderes, DF, às 10h.

O aumento salarial para o STF, aprovado no Senado Federal será cascateado para outras esferas públicas do Estado, gerando um gasto de R$ 4 a 6 bilhões nas contas do governo.

O Partido Novo é contra esse aumento por pregar o equilíbrio fiscal, o enxugamento da máquina pública e o investimento em áreas que considera cruciais para o país como saúde, educação e segurança.

Seguem dois posts com a campanha:

Facebook: https://www.facebook.com/168865359819628/posts/1985179851521494/

Twitter: https://twitter.com/partidonovo30/status/1060877494126043136?s=12


Segue link da petição:

http://bit.ly/AumentoNão


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.