Declaração Fux afirma que ataque contra Bolsonaro 'acabou com o ambiente civilizado' Em sua fala, o ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral disse ainda que o cidadão não pode viver em um ambiente informacional poluído para poder votar

Por: Agência Brasil

Publicado em: 05/11/2018 21:27 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, disse na noite desta segunda-feira (5), que a facada do servente de pedreiro Adelio Bispo de Oliveira em Jair Bolsonaro (PSL) em setembro, durante a corrida ao Planalto, "acabou com o ambiente civilizado" de combate à proliferação de notícias falsas e "atingiu o déficit civilizatório do eleitor brasileiro".

"No primeiro turno foi uma maravilha, fizemos parceria com jornais, marqueteiros, partidos políticos, só que aquela facada acabou com o ambiente civilizado, aquela facada atingiu o déficit civilizatório do eleitor brasileiro e se tornou absolutamente incontrolável", disse o ministro em evento sobre os 30 anos da Constituição Federal, em Brasília.

Em sua fala, o ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral disse ainda que o cidadão não pode viver em um ambiente informacional poluído para poder votar. "Ele tem que saber quem é o candidato dele, se é verdade ou se não é verdade aquilo que se fala do candidato dele. E as fake news poluem o ambiente informacional", disse o ministro.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.