Transição inicia na segunda-feira Onyx diz que passará feriado trabalhando e negou-se a dar nomes para a transição Até agora, Lorenzoni foi o único assessor próximo do futuro presidente a encontrar com representantes do atual governo

Por: Agência Estado

Publicado em: 02/11/2018 16:13 Atualizado em:

O deputado federal Onyx Lorenzoni, futuro chefe da Casa Civil, disse hoje que passará o feriado trabalhando. Segundo ele, o presidente eleito Jair Bolsonaro assinou hoje a nomeação de 24 pessoas que trabalharão na transição, que começa terça-feira. Pela lei, o eleito pode nomear até 50 pessoas, mas ele não quis antecipar os nomes dos já escolhidos. 

"Na segunda-feira, vocês vão ver no diário oficial", disse, com uma pasta debaixo do braço onde, segundo ele, estava a lista com os primeiros indicados. 

Até agora, Lorenzoni foi o único assessor próximo do futuro presidente a encontrar com representantes do atual governo. Ele esteve com o atual titular da Casa Civil, Eliseu Padilha, para combinar a transição. 

A equipe de Bolsonaro ficará sediada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O local já funcionou inclusive como sede do governo, durante o mandato do ex-presidente Lula, quando o Palácio do Planalto estava em obras


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.