confusão Apoiadores de Bolsonaro e estudantes da UnB entram em confronto em campus No grupo apoiador de Bolsonaro havia alguns estudantes da UnB, mas nem todos pertenciam à comunidade acadêmica. Eles foram instados a expulsar comunistas da universidade

Publicado em: 29/10/2018 17:47 Atualizado em:

Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Um grupo de manifestantes que apoiam o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e estudantes entraram em confronto na tarde desta segunda-feira, 29, no campus da Universidade de Brasília (UnB). A briga ocorreu no Instituto Central de Ciências (ICC), conhecido como minhocão.

Cerca de 30 apoiadores de Bolsonaro, convocados pelas redes sociais durante a comemoração da vitória eleitoral ontem, terminaram expulsos do edifício. Eles vestiam camisetas verdes e amarelas e algumas estampadas com o rosto do futuro presidente da República, além de portarem bandeiras do Brasil e cartazes em apoio à "família".

O grupo se reuniu em uma das entradas da universidade para realizar a manifestação. Entre eles, havia alguns estudantes da UnB, mas nem todos pertenciam à comunidade acadêmica. Eles foram instados a expulsar comunistas da universidade.

Em maioria, centenas de universitários se aglomeraram na entrada do ICC e impediram o ingresso dos bolsonaristas com palavras de ordem. Os militantes de Bolsonaro se recusavam a deixar a UnB. Houve briga durante a troca de provocações, com chutes e socos, entre estudantes e manifestantes.

A segurança terceirizada da UnB, apoiada por apenas dois policiais militares, retirou os manifestantes do local. Eles caminharam até outro prédio do campus, onde foram isolados. Ninguém foi detido. A polícia reforçou a segurança logo após o confronto ter sido debelado. Apesar da manifestação agendada e do confronto, havia aulas em andamento na universidade.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.