Saúde Bolsonaro retira sonda gástrica e vai para Semi-Intensiva, diz boletim médico No entanto, presidenciável ainda terá que passar por cirurgia para retirar a bolsa de colostomia e reconstruir o trânsito intestinal

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/09/2018 10:38 Atualizado em: 11/09/2018 11:19

Foto: Twitter/Reprodução (Foto: Twitter/Reprodução)
Foto: Twitter/Reprodução
O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e passa para a Unidade de Tratamento Semi-Intensivo, na manhã desta terça-feira. As informações foram postadas nas redes sociais do seu filho, Flávio Bolsonaro. Ainda de acordo com Flávio, foi retirada a sonda do intestino do candidato. "O capitão voltou", comemorou no Twitter.





Em boletim médico, divulgado nesta manhã (11) pelo Hospital Albert Einstein, assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo, diz que, "em decorrência da melhora intestinal, a sonda nasogástrica foi retirada na manhã de hoje". "Será reiniciada alimentação oral e progredida de forma gradual conforme aceitação. Ela será feita concomitante à alimentação parental", finaliza o boletim.

Bolsonaro está internado em São Paulo desde a última sexta-feira, quando foi transferido da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde recebeu os primeiros cuidados após o ataque.

Ontem, o Albert Einstein divulgou um boletim médico apontando a necessidade de uma nova cirurgia de grande porte para reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia. Apesar do alerta, o candidato do PSL ao Planalto não apresenta sinais de infecção.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.