ELEIÇÕES Jarbas e Mendonça se digladiam por vídeo Mendonça expõe críticas antigas ao PT por Jarbas, que ressalta ser do partido de Temer, do qual o candidato do DEM foi ministro.

Publicado em: 09/09/2018 19:30 Atualizado em:

Ex-aliados, os candidatos ao Senado Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM) trocam ataques na esfera jurídica do Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco (TRE-PE) com relação a um vídeo. O vídeo utilizado também pelo candidato Bruno Araújo (PSDB) apresenta declarações públicas de Jarbas à Imprensa sobre o PT e destaca que ele é “filiado ao mesmo partido de Temer”, do qual Mendonça foi ministro da Educação. 

A assessoria jurídica de Jarbas Vasconcelos conseguiu impedir que o vídeo seja utilizado com impulsionamento no Facebook. Ontem, foi deferida liminar determinando a retirada do vídeo sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 do Facebook e seus impulsionamentos no Instagram. A relatora Karina Albuquerque Aragão de Amorim determinou também que fosse excluído “todo e qualquer comentário e compartilhamento efetuado por outros usuários nos links mencionados” e a notificação da empresa de tecnologia Facebook, bem como da plataforma do Instagram.

O juiz Stênio José de Souza Neiva Coelho concluiu não haver no vídeo “indícios de trucagem ou montagem, apenas a exibição de recortes de notícias que foram publicadas, em veículos de comunicação, no passado”. O vídeo está mantido no guia. Mas o embate não terminou. A assessoria de Jarbas Vasconcelos informou há pouco que está recorrendo junto ao TRE-PE para retirada da programação da TV das inserções feitas por Mendonça Filho.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.