Declaração Ciro: 'Não sou dessa esquerdinha boboca que fica alisando bandido' O candidato à Presidência respondeu quando perguntado sobre como lidaria com eventual greve dos caminhoneiros em seu governo

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 03/09/2018 21:12 Atualizado em: 03/09/2018 21:43

Foto: Evaristo Sá/AFP (Foto: Evaristo Sá/AFP)
Foto: Evaristo Sá/AFP
Em sabatina promovida pela Folha, UOL e SBT, nesta segunda-feira (03), Ciro Gomes afirmou que, quando perguntado sobre como lidaria com uma eventual greve de caminhoneiros em seu governo, mandaria prender empresários que fossem flagrados fazendo locaute pois não é "dessa esquerdinha boboca que fica alisando bandido".

Segundo o candidato à Presidência pelo PDT, 70% dos que fizeram parte da paralisação de maio não eram caminhoneiros e sim empresários que teriam usado a "linguagem da greve para fazer locaute". O locaute ocorre quando os patrões de um setor impossibilitam os trabalhadores de exercerem suas funções, buscando vantagens empresariais e deixando em segundo plano os interesses dos empregados. A prática é proibida por lei. 

“Locaute é crime no Brasil. Não é porque eu sou danado, não. Eu sou professor de direito. Locaute, ou seja, greve de empresário para prejudicar a coletividade é crime como tal definido em lei. Eu, presidente, não tem conversa: quem transgredir a lei, vai preso. Não sou dessa esquerdinha boboca que fica alisando bandido”, afirmou Ciro.

Depois do aumento de 13% no preço do diesel, divulgado pela Petrobras na última sexta (31), boatos a respeito de uma nova paralisação começaram a circular nas redes sociais. No entanto, no domingo (2), representantes das principais entidades de caminhoneiros se posicionaram contra nova greve.

**Com informações da Folha de São Paulo


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.