Eleições 2018 PT tem 10 dias para oficializar seu novo candidato Fernando Haddad vai até Curitiba na segunda-feira traçar a nova estratégica com o ex-presidente Lula

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 01/09/2018 02:38 Atualizado em:

A decisão final do Tribunal Superior Eleitoral, finalizada apenas na madrugada deste sábado, deu início a uma contagem regressiva para o PT. Um prazo de 10 dias foi determinado para o partido fazer oficialmente a mudança do seu candidato à presidência da República, ao que tudo indica, confirmando o atual candidato a vice e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, como cabeça da chapa e incluindo a deputada Manuela D%u2019 Ávilla, do PCdoB, como vice. Só quando essa substituição for oficializada no TSE, os dois poderão efetivamente iniciar a campanha eleitoral.

Mas a madrugada reservava uma vitória importante para o PT no apagar das luzes da sessão extraordinária do TSE. Uma decisão tomada pela maioria dos ministros em uma reunião reservada depois da votação da impugnação de Lula permitiu ao PT um mínimo de margem de tempo para refazer sua estratégia eleitoral e judicial. O partido poderá utilizar seu programa eleitoral no rádio e TV para divulgar o nome de Fernando Haddad, que teve seu registro como vice aprovado, em 75% do tempo total da edição, obrigatoriamente reservado para o candidato à presidência. Além disso, imagens e gravações de Lula antes da prisão poderão ser exibidas em 25% do tempo do programa. Período destinado aos apoiadores.

Fernando Haddad vai até a sede da Polícia Federal, em Curitiba, na próxima segunda-feira para definir a nova estratégia do partido com o ex-presidente Lula. Existe a possibilidade ainda de os advogados petistas recorrerem ao STF tentando reverter a impugnação do TSE. A previsão é que essa ação aconteça também na segunda-feira. Ao mesmo tempo, já ganha força a corrente interna pela substituição imediata de Lula por Haddad na linha de frente da campanha. Há um temor no partido que o tempo fique reduzido demais para tornar o ex-prefeito de São Paulo conhecido nacionalmente e, principalmente, reconhecido como o substituto de Lula.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.