eleições 2018 Alvaro Dias diz que Bolsonaro não poderia assumir Presidência sendo réu no STF Nesta terça, o Supremo analisa mais uma denúncia contra o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, que já é réu no STF em outra ação penal

Publicado em: 28/08/2018 13:43 Atualizado em: 28/08/2018 13:53

"Quem é réu não pode figurar na lista sucessória para assumir eventualmente a Presidência da República", disse Dias. Foto: Reprodução / Flickr
"Quem é réu não pode figurar na lista sucessória para assumir eventualmente a Presidência da República", disse Dias. Foto: Reprodução / Flickr
O candidato do Podemos à Presidência da República, Alvaro Dias, defendeu, nesta terça-feira (28) que Jair Bolsonaro (PSL) não poderia assumir o Planalto, caso seja eleito, porque é réu no Supremo Tribunal Federal (STF).

Nesta terça, o Supremo analisa mais uma denúncia contra o presidenciável do PSL, que já é réu no STF em outra ação penal.

"Quem é réu não pode figurar na lista sucessória para assumir eventualmente a Presidência da República", disse Dias, ao ser questionado sobre a situação de Bolsonaro, enquanto fazia uma caminhada no bairro de Santana, zona norte da capital paulista.

Dias reforçou que apresentou um projeto de lei no Senado para impedir que réus no STF fiquem na linha sucessória da Presidência, seguindo entendimento firmado pela Corte quando analisou o caso do senador Renan Calheiros (MDB-AL).

"Nós não estamos fulanizando, estamos defendendo uma tese. Temos que ser iguais perante a lei. Ninguém pode se sobrepor à lei vigente no País", declarou o candidato do Podemos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.