Ex-presidente Liberdade de Lula será discutida em setembro pelo supremo Os advogados do petista afirmam que não ficou evidente se a prisão de condenados em segunda instância deve ser imediata ou se demanda justificativa

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 27/08/2018 21:38 Atualizado em: 27/08/2018 22:55

Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas
Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas
Nesta segunda-feira (27), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou para o plenário o julgamento do Habeas Corpus do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, negado em abril, antes do petista ser preso.

Segundo informações da Folha de São Paulo, a análise da liberdade de Lula está prevista para acontecer entre os dias 7 e 13 de setembro. A defesa de Lula solicitou esclarecimentos no final do mês de junho. Os advogados afirmam que não ficou evidente se a prisão de condenados em segunda instância deve ser imediata ou se demanda justificativa.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.