Governo "Pernambuco está querendo romper com o presente", diz Maurício Rands Candidato ao governo de Pernambuco criticou a situação política no estado

Por: João Victor Paiva

Publicado em: 24/08/2018 16:21 Atualizado em: 24/08/2018 17:25

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Na manhã desta sexta-feira (24), o advogado e candidato ao governo de Pernambuco Maurício Rands (PROS) foi entrevistado pela CBN Recife. Em entrevista ao jornalista Mário Neto, Rands começou criticando a situação da política pernambucana. "Em primeiro lugar, Pernambuco está querendo romper com o atual presente. Pernambuco está desanimado", afirma.

Rands, que faz parte da coligação Pernambuco Quer Mudar, formada pelo PROS, PDT e Avante, destacou a paridade de gênero do bloco, que tem como candidata a vice-governadora Isabella de Roldão (PDT), além de Lídia Brunes (PROS) e Silvio Costa (Avante) concorrendo ao Senado. Para o postulante, é necessário "combater todas as discriminações", como o racismo, o machismo e o preconceito com os povos indígenas, idosos e deficientes. 

Segurança
Segundo ele, é necessário investir em inteligência na área da segurança pública, concentrando os esforços na prevenção. Os recursos para isso viriam da "indústria da multa" (recursos arrecadados da fiscalização eletrônica do trânsito). Também prometeu rever o estatuto da Polícia Militar (datado de 1964) e diminuir o tempo de promoção dos agentes, reduzindo de 10 para 5 anos, valorizando as tropas da PM e da Polícia Civil.

Integração
Em relação às estradas pernambucanas, Rands foi sucinto: "Pernambuco está desintegrado". Como solução, ele pretende ofertar licitações para "essas rodovias em blocos de 20, 30 quilômetros, para construção e manutenção das rodovias". O candidato também citou como proposta a duplicação da BR-232 no trecho que vai da BR-101 até a entrada do Terminal Integrado de Passageiros (TIP), o que desafogaria o trânsito para quem segue rumo à Arena de Pernambuco. 

Arena
Além da melhoria no deslocamento feito com veículos particulares, o candidato prometeu investir na integração feita com transporte público, isto é, construir mais uma estação bem próxima à arena, e até construir moradias no entorno do estádio. A construção de um novo campus da UPE próximo ao estádio também figura entre os planos.

Maurício Rands, que já foi líder do PT na Câmara dos Deputados e presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), reforçou a própria capacidade de articulação e assegurou que, se for eleito, irá dialogar e valorizar os professores. No âmbito da educação, o postulante defendeu a expansão do ensino integral e semi-integral, e aumentar os repasses para os municípios investirem na construção de creches e escolas de ensino fundamental. 

Agenda
Maurício Rands também foi entrevistado nesta manhã pela TV Globo. Acompanhado de Agentes Comunitários de Saúde, o candidato abordou as propostas para a área.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.