Eleições 'Pode morrer?', brinca Ciro sobre eventual 2º turno de Bolsonaro contra o PT O cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mostra Ciro em terceiro lugar, com 10%

Por: AE

Publicado em: 22/08/2018 13:26 Atualizado em:

O pedetista também se esquivou de comentar os resultados da pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira. Foto: Evaristo Sá/AFP (Foto: Evaristo Sá/AFP)
O pedetista também se esquivou de comentar os resultados da pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira. Foto: Evaristo Sá/AFP
O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, voltou a criticar o PT e o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) em agenda no começo da tarde desta quarta-feira (22). Perguntado sobre qual era a posição dele em um eventual segundo turno de Bolsonaro contra o PT, Ciro desconversou e brincou com jornalistas. 

"Pode morrer?", disse Ciro. "Olha, a gente tá lutando por uma saída que não seja extremista, que não seja demagógica e que não seja mentirosa", afirmou, sem citar os nomes dos adversários. "Vamos deixar o povo resolver."

O pedetista também se esquivou de comentar os resultados da pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira. 

O cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mostra Ciro em terceiro lugar (10%), atrás de Bolsonaro (22%) e Marina Silva, da Rede (16%). "Repito o que disse ontem. Pesquisa é momento, é uma fotografia de momento, mas a vida é um filme", disse.

Ao Broadcast Político (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado), o candidato a deputado federal Sebastião Almeida (PDT), que participa da campanha de Ciro no Estado de São Paulo e que o acompanhava na agenda em Osasco, evitou comemorar o desempenho do pedetista. "É um cenário ainda muito incerto, com esta situação do Lula. Vamos ver como vai ser em setembro", afirmou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.