Pernambuco Troca de farpas e caça aos votos na corrida eleitoral do estado Coligações de Paulo e Armando mantiveram, no fim de semana, o enredo dos primeiros dias de campanha com críticas endereçadas às chapas adversárias

Por: Sávio Gabriel - Diario de Pernambuco

Publicado em: 20/08/2018 08:34 Atualizado em: 20/08/2018 09:03

Fotos: Assessoria/Divulgação, Leo Caldas/Divulgação, Hélia Sheppa/Divulgação, Keyla Castro / Divulgação
Fotos: Assessoria/Divulgação, Leo Caldas/Divulgação, Hélia Sheppa/Divulgação, Keyla Castro / Divulgação
O primeiro fim de semana de campanha foi marcado por diversos atos dos candidatos ao governo de Pernambuco, que cumpriram agenda no interior e também na Região Metropolitana do Recife. Além de apresentarem suas propostas, os eventos foram marcados por críticas, observadas especialmente entre os integrantes dos palanques do governador Paulo Câmara (PSB) e do senador Armando Monteiro (PTB), que polarizam a disputa e lideram as pesquisas.

No sábado, durante agenda em Buíque, no Sertão, o petebista afirmou que o socialista “não estava pronto para ser governador”. “Não tenho nada contra a pessoa dele, mas o povo de Pernambuco está pagando pela sua inexperiência. A justa homenagem que foi feita ao ex-governador Eduardo Campos se transformou em decepção”. À noite, em Águas Belas, no Agreste, o postulante direcionou suas críticas a Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB), que concorrem ao Senado pela Frente Popular. “É uma chapa estranha. Cobra e jacaré. Nos palanques, ficam de costas um para o outro. No passado, disseram horrores um do outro”. 

A passagem de Armando pelo município também foi marcada pelo rompimento da família Martins com a Frente Popular. Ontem, o senador apresentou uma de suas propostas: um plano de emergência de 100 dias para a saúde, com foco no atendimento à demanda reprimida por cirurgias e conclusão de obras paradas.

Durante a inauguração do comitê central de sua campanha, ocorrida ontem no Recife, o governador afirmou que “não vai entrar em rinha” com o petebista. “Não vou bater boca com ninguém. Vou mostrar o que eu fiz e o que quero fazer nos próximos quatro anos”. 
O evento de ontem, no entanto, foi marcado por críticas dos aliados do socialista, que voltaram a associar o palanque de Armando Monteiro com o presidente Michel Temer (MDB). “Eu quero ver a turma do gosto ruim, a turma de Temer discutir gestão e falar de eficiência com Paulo Câmara”, disse Geraldo Julio (PSB), prefeito do Recife e coordenador da campanha do socialista. 

Paulo também comentou a indicação de Pernambuco no Ranking de Eficiência dos Estados, elaborado pela Folha de São Paulo, e que mostra que o estado é um dos melhores nas áreas de educação, saúde, infraestrutura e segurança. “Isso mostra que estamos no caminho certo e a dificuldade dos estados é nacional”.

Humberto e Jarbas, por sua vez, reconheceram as divergências do passado, mas afirmaram que a aliança se deu em prol do bem do estado. “Jarbas e eu temos, historicamente, muitos pontos de divergências. Mas em nome de Pernambuco, em nome da unidade para fazer o estado avançar, estamos juntos”, declarou o petista. “Já tivemos e ainda mantemos algumas divergências. Mas nos juntamos em torno de uma causa nobre, que é elevar o nome de Pernambuco. Divergências sim, mas nunca deixamos de nos respeitar”, acrescentou Jarbas.

Candidato pelo PROS, o advogado Maurício Rands cumpriu agenda no interior. No sábado, ele esteve em Serra Talhada e Custódia, no Sertão, e em Bom Conselho, no Agreste. Ele e os integrantes da Coligação foram recebidos por lideranças políticas, incluindo o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT) e o ex-prefeito de Custódia Luiz Carlos (PT), e concederam entrevistas a rádios locais. Candidata do PSol, Dani Portela participou de um evento no Bairro da Boa Vista, ontem, e utilizou o domingo para se preparar para as sabatinas em emissoras de rádio locais ao longo desta semana. , a partir das 7h30,  ela será sabatinada na Rádio Clube AM/FM no Programa do Bocão.

MARINA SILVA

O candidato Julio Lóssio (Rede) teve agenda em Caruaru e em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste. Ontem, ele teve agenda interna. Nesta terça (21), receberá em Pernambuco a candidata do seu partido à Presidência da República, Marina Silva. A agenda de ambos começa no Porto Social, às 14h.
 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.