Operação Ex-ministro da Fazenda vira réu na Lava Jato Segundo a acusação, Guido Mantega teria recebido R$ 50 milhões da Odebrecht para editar medidas provisórias em benefício da empresa

Publicado em: 13/08/2018 20:59 Atualizado em:

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil (07/10/2014)
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil (07/10/2014)
O Juiz Sérgio Moro aceitou nesta segunda-feira (13), a denúncia contra o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega sob acusação de praticar corrupção e lavagem de dinheiro.

Segundo a acusação, Mantega teria recebido R$ 50 milhões da Odebrecht para editar as medidas provisórias 470 e 472, favorecendo empresas do grupo.

De acordo com informações da Folha de São Paulo, o juiz escreveu que o ex-ministro é o responsável pela solicitaão e pela posterior utilização da quantia. O elemento de acusação contra Mantega são as menções de contas mantidas no exterior, equivalentes a R$ 7,3 milhões.

Quando questionado sobre a procedência do dinheiro, Guido afirmou que a quantia era proveniente a um imóvel herdado do pai, contudo, os procuradores consideraram essa versão falsa.

 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.