Segurança Imigração venezuelana se torna moeda política A ideia é que o caos no Estado favoreceria o MDB

Por: AE

Publicado em: 08/08/2018 08:14 Atualizado em: 08/08/2018 09:28

O chefe da Casa Civil de Roraima, Frederico Linhares, disse ontem que a reabertura da fronteira é um desserviço à população. Foto:
O chefe da Casa Civil de Roraima, Frederico Linhares, disse ontem que a reabertura da fronteira é um desserviço à população. Foto:
O chefe da Casa Civil de Roraima, Frederico Linhares, disse ontem que a reabertura da fronteira é um desserviço à população. "Revela a politização que se tem feito na questão migratória. Infelizmente, ela está sendo usada politicamente por forças opositoras no Estado vindas do MDB, que comanda o País. Essas forças políticas têm atrapalhado extremamente Roraima."

Quando o governo de Roraima acusa o MDB, o alvo é o senador Romero Jucá, líder do governo no Senado, que é oposição ao governo local - Suely Campos (PP) deve tentar a reeleição em outubro. A ideia é que o caos no Estado favoreceria o MDB.

Em Brasília, o ministro Carlos Marun rebateu. "É uma insensatez a tentativa de se obter ganhos políticos com este problema. O governo federal está lutando com todas as suas forças para amenizar os problemas causados por esta situação imprevista. O ideal seria que todos agissem da mesma forma."

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.