Politica

PT e PROS fazem os últimos ajustes para selar parceria

Reunião entre a cúpula nacional dos partidos encaminha aliança na campanha à Presidência do país e também ao governo do estado

O PROS praticamente consolidou a aliança com o PT, desembarcando da base do PSB de Pernambuco para subir no palanque da vereadora Marília Arraes (PT) na disputa pelo governo do estado. Nesta quarta-feira (25), o presidente estadual da legenda, o deputado federal João Fernando Coutinho, reuniu-se em Brasília com o presidente nacional da legenda, Eurípedes Júnior, e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann. O vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo e o ex-ministro de Relações Institucionais do PT Ricardo Berzoini também participaram do encontro.

Durante a reunião, o grupo discutiu o cenário político nacional, a aliança entre PT nacional e o PROS em favor de Lula e o rebatimento dessa parceria no estado. A expectativa é que, até o início da próxima semana, o martelo entre as duas legendas seja batido tanto nacionalmente como em Pernambuco. “As conversas estão avançadas. Nosso desejo é marchar com Marília. Na conversa, Berzoini afirmou que Lula era um entusiasta da candidatura dela”, comentou João Fernando. 

Na avaliação dos integrantes do PROS, é pouco provável que o PT nacional consiga fazer com que o PSB declare apoio oficial a Lula de olho no tempo de televisão do guia eleitoral. Otimista com a ampliação de seu palanque. Marília Arraes anunciou ontem na sua rede social que o PROS declarou apoio à sua candidatura.
A petista comentou também sobre a pré-campanha do deputado federal Sílvio Costa e o do senador Humberto Costa, como os nomes cotados para disputar o Senado na chapa majoritária. “O PROS declarou apoio ao nosso projeto e faz a defesa do presidente Lula sem exigir contrapartida e é muito bem-vindo. O combativo Sílvio Costa, précandidato ao Senado, também está em campo. Juntos, lutaremos firmemente pela reeleição do senador Humberto Costa”, divulgou a petista.

QUEIXAS
Na última terça-feira, a executiva estadual do PT se reuniu para discutir sobre a movimentação de Marília em busca de novas alianças, a exemplo do PROS. Em reserva, alguns petistas se queixaram que as articulações da vereadora estavam acontecendo à revelia de parte da direção estadual. No próximo dia 2 de agosto haverá o encontro estadual do PT para definir se a sigla terá candidatura própria ou fará aliança com o PSB em Pernambuco.

De acordo com o presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro, o encontro foi importante para acalmar os ânimos e Marília atualizar a todos sobre as conversas com outras legendas aliadas. “É importante conversar. É preciso termos informações sobre o cenário local e nacional”, comentou.
Durante o encontro, foram definidos os nomes que encarregados de dialogar com os partidos que têm interesse em se aliar ao PT na eleição deste ano. Além de Bruno, integram o grupo o primeiro vice-presidente estadual, Glaucus Lima, o segundo vice-presidente Oscar Barreto, o exprefeito do Recife João da Costa e secretária de comunicação do partido, Sheila Oliveira.

Leia a notícia no Diario de Pernambuco
Loading ...