Procedimento Maia promete retirar nesta semana benefícios de deputado preso Maia disse que o suplente será convocado respeitando o prazo de 120 dias após o afastamento

Por: Agência Estado

Publicado em: 14/05/2018 18:21 Atualizado em:

O deputado João Rodrigues (PSD-SC) terá seus benefícios cortados pela Câmara nesta semana, depois de três meses preso, prometeu o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) durante coletiva de imprensa em São Paulo.

Maia disse que o suplente será convocado respeitando o prazo de 120 dias após o afastamento, alegando ter sido esse o mesmo procedimento adotado nos casos de Celso Jacob (MDB-RJ) e Paulo Maluf (PP-SP). "Desde a semana passada, todos os benefícios começaram a ser retirados de João Rodrigues, e esta semana termina-se de afastar o gabinete e a verba indenizatória."

O presidente da Câmara, no entanto, não quis responder sobre quanto a Câmara já gastou com as despesas de gabinete de parlamentares presos. "Acha que eu sou diretor administrativo da Câmara? Essa pergunta é para a diretoria administrativa", declarou, em resposta a uma jornalista. 

Ele negou que haja um "desgaste" para a Câmara com o pagamento das despesas, citando que eles têm direito à defesa e recursos na Justiça.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.