• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
ELEIÇÕES Pré-candidata do PT diz que defender coligação com PSB é assumir implosão do partido Com ampla atuação em movimentos sociais organizados, advogada e professora de Direito Liana Cirne diz que entrevista do presidente do PSB ao Diario de Pernambuco descarta aliança.

Por: Osnaldo Moraes

Publicado em: 29/04/2018 18:16 Atualizado em: 29/04/2018 18:20

Liana Cirne Lins debateu o tema Desafios da Estabilidade Democrática - 30 Anos da Constituição Brasileira com Anna Priscylla e de Maria do Céu. Foto: Danielle Ribeiro/Divulgação (Liana Cirne Lins debateu o tema Desafios da Estabilidade Democrática - 30 Anos da Constituição Brasileira com Anna Priscylla e de Maria do Céu. Foto: Danielle Ribeiro/Divulgação)
Liana Cirne Lins debateu o tema Desafios da Estabilidade Democrática - 30 Anos da Constituição Brasileira com Anna Priscylla e de Maria do Céu. Foto: Danielle Ribeiro/Divulgação
"Acabou chorare. É Marília 2018!”, a professora da Faculdade de Direito do Recife (FDR) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Liana Cirne. Uma animada defensora da candidatura de Marília Arraes ao Governo de Pernambuco e também pré-candidata a deputada federal pelo PT, a gaúcha que se orgulha em dizer que adotou Pernambuco e tem forte atuação nos movimentos sociais organizados entende que definha definitivamente a defesa de uma suposta coligação do PT ao PSB em nível estadual. “Depois da entrevista que o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, concedeu ao Diario de Pernambuco, quem defender a aliança entre PT e PSB em Pernambuco assume a implosão e o afastamento da militância do partido em Pernambuco”, dispara.

Liana Cirne vai além dos discursos de apoio a uma candidatura própria do PT no nome de Marília Arraes, acompanhando e estimulando a pré-candidata em viagens ao Interior e eventos na Região Metropolitana do Recife. A defesa da candidatura própria petista encarnada em Marília ao Governo de Pernambuco começou antes mesmo de pensar seriamente em aceitar lançar seu próprio nome na disputa ao Congresso. E permeia falas e posicionamentos nas mídias sociais mesmo quando o foco é a construção de sua própria candidatura, em eventos como o “Diálogos Estruturais”, que promove nesta segunda-feira, às 19 horas, no Bar do Mamulengo, na Rua da Guia, 211, Recife Antigo, Região Centro do Recife. 

Na entrevista ao DP, o presidente do PSB disse que a aliança entre PT e PSB em Pernambuco pode ser selada independentemente das candidaturas presidenciais do campo da esquerda. Se referindo ao PT nacional como “exclusivista e autoritário”, Carlos Siqueira praticamente descartou a reciprocidade de uma aliança “casada” em nível nacional e estadual em Pernambuco. “Esse discurso quebra argumentos de quem, dentro e fora do PT, prefere uma linha de acomodação em vez de buscar resgatar o espaço e a história do partido, o que só pode ser alcançado com uma candidatura própria”, avalia Liana.

Embora novata no campo político-partidário, a professora de Direito da Faculdade de Direito do Recife trilha há anos o campo do movimento político em movimentos sociais. Desse campo é que garante concluir pela viabilidade da candidatura própria e do nome de Marília Arraes, além de utilizar estratégias para construção de sua candidatura. É esse o foco do evento “Diálogos Estruturais”, que vai utilizar para apresentar suas metas, pautas e entendimentos, além de fazer esclarecimentos de dúvidas e caminhos possíveis num diálogo aberto ao público, exemplifica. “É uma outra forma de pensar a política”, diz. As declarações foram feitas após sua participação no Simpósio de Direito Constitucional, que teve como tema Desafios da Estabilidade Democrática - 30 anos da Constituição Brasileira, que teve participação da também professora Anna Priscylla e de Maria do Céu.

*Com informações da assessoria.

Saiba mais:
Siqueira descarta reciprocidade



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.